I mandato governo Lula da Silva/PT (2003-2006) e as políticas de esportes: aprofundando o projeto neoliberal

Marcelo Paula Melo, Edson Marcelo Hungaro, Pedro Fernando Athayde

Resumo


O objetivo desse artigo é debater as ações do Ministério do Esporte no I Mandato do Governo Lula da Silva/PT (2003-2006). Esse recorte temporal justifica-se por esse mandato ter sido considerado como momento de disputas internas acerca dos rumos do governo e com expectativas de que o PT no poder poderia representar uma perspectiva de enfrentamento da lógica burguesa brasileira. Mostraremos que essas expectativas não se concretizaram e que a adesão programática ao projeto neoliberal esteve presente nos programas e pronunciamentos de seus dirigentes. A incorporação de ações fundadas na responsabilidade social, da defesa da atuação de organismos na sociedade civil via políticas de parcerias e defendendo a isenção fiscal para repasses de recursos públicos para tais entidades, a proposta de utilização de trabalho voluntário autoriza a tais afirmações. 


Palavras-chave


Ministério do Esporte; Governo Lula da Silva-PT; Políticas de Esportes; Neoliberalismo

Texto completo:

PDF/A


DOI: https://doi.org/10.5007/2175-8042.2015v27n45p280



R. Motriviv., Florianópolis, Santa Catarina, Brasil, ISSNe: 2175-8042.

Os textos publicados na Revista Motrivivência estão licenciados com uma Licença Creative Commons de atribuição não comercial compartilhar igual: CC BY-NC-SA