Perfil da produção científica sobre o muay thai (1996 – 2018)

Autores

DOI:

https://doi.org/10.5007/2175-8042.2020e72399

Palavras-chave:

Muay thai, Arte marcial, Esportes de combate, Luta

Resumo

O objetivo deste trabalho foi traçar um panorama da produção científica escrita em teses, dissertações e artigos científicos sobre o Muay Thai. Foram analisados trabalhos escritos em português, inglês e espanhol a modo de averiguar o perfil temático das pesquisas relacionadas ao Muay Thai, salientando as principais autorias/coautorias e instituições, bem como suas redes de colaboração. Foram utilizadas como base de dados: Portal de Periódicos CAPES, Google Scholar, PubMed, EBSCO Discovery Service (EDS), acessados por meio da interface da CAPES. Sendo analisados uma tese, 12 dissertações, 88 artigos acadêmicos, totalizando 101 itens elencados. Conclui-se um cenário, de certa forma, promissor para o desenvolvimento da referida modalidade no contexto mundial, tornando importante evidenciar como o Muay Thai vem sendo pesquisado junto ao meio acadêmico.

Biografia do Autor

Ivo Lopes Müller Júnior, Universidade Federal do Paraná (UFPR).

Mestre em Educação Física pela Universidade Federal do Paraná (UFPR).

Ricardo João Sonoda-Nunes, Universidade Federal do Parana - UFPR.

Doutor em Sociologia pela Universidade Federal do Paraná (UFPR). Atualmente é professor da Universidade Federal do Paraná (UFPR).

André Mendes Capraro, Universidade Federal do Paraná.

Pós- doutor em História pela  Università Ca' Foscari di Venezia (2012-2013). Atualmente é professor Associado da Universidade Federal do Paraná. Também é professor permanente do programa de Pós Graduação (mestrado/doutorado) em Educação Física. 

Referências

BAPTISTA, Tiago Mendes. Caracterização do perfil lesional do praticante de Muay Thai em Portugal. 2015. 75 f. Dissertação (Mestrado) - Curso de Educação Física, Universidade de Lisboa Faculdade de Motricidade Humana, Lisboa, 2015.

BARDIN, Laurence. Análise de Conteúdo. Edições 70: Lisboa, 2011. 14-26, ago. 2014.

BRAUER JÚNIOR, Andre Geraldo et al. Análise descritiva do treinamento físico de atletas profissionais de Muay Thai. Cadernos da Escola de Educação e Humanidades, Curitiba, v. 1, n. 10, p.14-26, 2015.

CAPES – Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de nível Superior. Diretoria de Avaliação (DAV). Documento de área 2013. (Educação). Disponível em: https://capes.gov.br/images/stories/download/avaliacaotrienal/Docs_de_area/Ensino_doc_area_e_comiss%C3%A3o_block.pdf. Acesso em: 26 de Março de 2019a.

CAPES – Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de nível Superior (CAPES). História e missão, (2008). Disponível em: https://www.capes.gov.br/historia-e-missao. Acesso em: 21de Março de 2019b.

CHITAS, João Pedro Oliveira. Divulgação do Muay Thai em Portugal: plano de content marketing para a rede social youtube. Diss. Instituto Politécnico de Lisboa, Escola Superior de Comunicação Social, 2017.

CORREIA, Walter Roberto et al. Produção acadêmica em lutas, artes marciais e esportes de combate. Motriz. Revista de Educação Física, Motriz, Rio Claro, v. 16, n. 1, p.01-09, 09 jan. 2010.

DARBON, Sébastien. Les fondements du système sportif. Essai d'anthropologie historique. Harmattan (L'), 2014.

DE JESUS, Manoel Edison; CARVALHO, Yara M. Pós-graduação na educação física brasileira: a atração (fatal) para a biodinâmica. Educação e Pesquisa: Revista da Faculdade de Educação da Universidade de São Paulo, v. 37, n. 2, p. 389-406, 2011.

ELIAS, Norbert; DUNNING, Eric; E SILVA, Maria Manuela Almeida. A busca da excitação. 1992.

ESCAVADOR.COM. Disponível em: https://www.escavador.com/sobre/3250225/fabricio-boscolo-del-vecchio. Acesso em: 09 de Abril de 2019.

GARTLAND, Sam; MALIK, Mohammad Hammad; LOVELL, Martyn. A prospective study of injuries sustained during competitive Muay Thai kickboxing. Clinical journal of sport medicine, v. 15, n. 1, p. 34-36, 2005.

GARTLAND, Sam; MALIK, Mohammad Hammad; LOVELL, Martyn. Injury and injury rates in Muay Thai kick boxing. British Journal Of Sports Medicine, Manchester, v. 35, n. 5, p.308-313, nov. 2001.

GAVAGAN, Colin J.; SAYERS, Mark GL. A biomechanical analysis of the roundhouse kicking technique of expert practitioners: A comparison between the martial arts disciplines of Muay Thai, Karate, and Taekwondo. PloS one, v. 12, n. 8, 2017.

GUERRA, Susana. Portugal no Sião: origens e renúncia da extraterritorialidade, 1820-1925. Ministério dos Negócios Estrangeiros, 2008.

GUTTMANN, Allen. From ritual to record. 1978.

HEMHACHART, Werasak; KHAOTHIN, Jakapong; RUANGTHAI, Ratree. THE EFFECTS OF BASIC MUAYTHAI CHAIYA EXERCISE TRAINING ON HEALTH RELATED PHYSICAL FITNESS IN YOUNG FEMALE ADOLESCENTS. 2011.

HOLT, Richard. Allen Guttmann's Alter Ego: Sébastien Darbon and the Definition of “Sport”. Journal of Sport History, v. 44, n. 1, p. 58-63, 2017.

KRICK, Christoph; RASCHKA, Christoph. Constitutional differences between Muay Thai fighters from Thailand and from Germany. Papers on Anthropology, v. 27, n. 2, p. 43-48, 2018.

GONÇALVES, Arisson Vinícius Landgraf; SILVA, Méri Rosane Santos da. Artes marciais e lutas: uma análise da produção de saberes no campo discursivo da educação física brasileira. Revista Brasileira de Ciências do Esporte, v. 35, n. 3, p. 657-671, 2013.

LAOTHAMATAS, Jiraporn et al. PW 0324 Child muaythai boxing: conflict of health and culture. 2018.

LISE, Riqueldi Straub. Cerceamentos, coerções e esportividade no Ultimate Fighting Championship (UFC). 2019.

MALAYSIANSPORTMED.ORG. Disponível em: http://malaysiansportsmed.org/Conf/ASMC2015/CVs/Biodata%20Assoc%20Prof%20Nur%20Ikhwan%20Bin%20Mohamad.pdf.Acesso em 21 de Março de 2019.

MOROSINI, Marilia Costa. Estado de conhecimento e questões do campo científico. Educação (UFSM), v. 40, n. 1, p. 101-116, 2015.

MYERS, Tony et al. Techniques used by elite Thai and UK Muay Thai fighters: An analysis and simulation. Advances in Physical Education, v. 3, n. 04, p. 175, 2013.

NEWMAN. UK (2019). Disponível em: https://www.newman.ac.uk/research/our-approach/research-groups/. Acesso em 08 de Abril de 2019.

ONG, Tah Fatt; BIN WAN RUZMIN, Wan Ilham. Participation motivation in Muay Thai among Malaysians. In: Proceedings of the 2nd International Colloquium on Sports Science, Exercise, Engineering and Technology 2015 (ICoSSEET 2015). Springer, Singapore, 2016. p. 121-132.

QSR INTERNACIONAL. Nvivo 11 pro for windows: getting started guide. 2019. Disponível em: https://www.qsrinternational.com/nvivo-qualitative-data-analysis-software/home. Acesso em 02 de maio, 2019.

RESEARCHGATE.NET; Disponível em: https://www.researchgate.net/profile/Alan_Nevill. Acesso em 21 de Março de 2019.

SÁNCHEZ GARCÍA, Raúl; MALCOLM, Dominic. Decivilizing, civilizing or informalizing? The international development of Mixed Martial Arts. International review for the sociology of sport, v. 45, n. 1, p. 39-58, 2010.

SILVA, Alisson Vidoto da. Muay thai: benefícios comportamentais nas crianças praticantes na cidade de Cocal do Sul–SC. 2015.

TUBINO, Manoel. O que é olimpismo. Brasiliense, 2017.

WORDPRESS.COM; Disponível em: https://fabricioboscolo.wordpress.com/quem-sou/ Acesso em 21 de Março de 2019.

YUVANONT, Prangtip, BURISTRAKUL, Prayoon; KITTIMETHEEKUL, Nara. Audience satisfaction management of Thai Boxing in Thailand: A case study of Lumpini and Ratchadamnern Stadiums. Featured Research in Sport Entertainment and Venues Tomorrow. Columbia, SC.2010.

ZHANG, X. et al. Pedagogical tests for assessing the physical preparedness of the students practicing Muay Thai. Physical education of students, v. 22, n. 4, p. 221-231, 2018.

Downloads

Publicado

2020-10-02

Edição

Seção

Porta Aberta