Elite Operária ou Trabalhadores em Luta? Experiências Ferroviárias na Cidade Ponta Grossa – PR (1950-1970).

Autores

  • Rosangela Maria Silva Petuba Universidade Estadual de Ponta Grossa - UEPG

DOI:

https://doi.org/10.5007/1984-9222.2012v4n7p85

Resumo

Este texto discute a construção de memória que designa os trabalhadores ferroviários e mais especificamente os ponta-grossenses, como uma elite operária. A pesquisa dialoga com a experiência desses trabalhadores e de suas famílias, através do trabalho com narrativas orais que trazem a possibilidade de confrontar essa imagem de classe privilegiada às condições de vida e trabalho vivenciadas ao longo da carreira na Rede Ferroviária em Ponta Grossa.

 

Biografia do Autor

Rosangela Maria Silva Petuba, Universidade Estadual de Ponta Grossa - UEPG

Possui Bacharelado e Licenciatura Plena em História (1997) , Mestrado em História Social (2001) pela Universidade Federal de Uberlândia e Doutorado em História Cultural pela Universidade Federal de Santa Catarina. Atualmente é Professora Adjunta da Universidade Estadual de Ponta Grossa. Possui experiência na área de História, com ênfase em Historia Social do Trabalho e Movimentos Sociais, atuando principalmente nos seguintes temas: trabalhadores rurais e urbanos, cidade, ferrovia e fontes orais na investigação em história social.

 

 

 

Downloads

Publicado

2012-11-23

Como Citar

PETUBA, Rosangela Maria Silva. Elite Operária ou Trabalhadores em Luta? Experiências Ferroviárias na Cidade Ponta Grossa – PR (1950-1970). Revista Mundos do Trabalho, Florianópolis, v. 4, n. 7, p. 85–99, 2012. DOI: 10.5007/1984-9222.2012v4n7p85. Disponível em: https://periodicos.ufsc.br/index.php/mundosdotrabalho/article/view/1984-9222.2012v4n7p85. Acesso em: 24 jun. 2024.