Barreto, “bairro operário”: trabalhadores, política e associativismo em uma comunidade operária fluminense nos anos 1940 e 1950.

Autores

  • Luciana Pucu Wollmann do Amaral

DOI:

https://doi.org/10.5007/1984-9222.2011v3n5p114

Resumo

Este artigo tem como objetivo analisar aspectos concernentes à vida política e social dos trabalhadores/ moradores do Barreto, antigo bairro operário localizado na cidade de Niterói-RJ, nos anos 1940 e 1950. Este período, comumente chamado de “era do populismo”, foi considerado o “auge” da prosperidade econômica do bairro e também o momento de maior expressão política do mesmo no cenário político niteroiense e fluminense.

Além de sua intensa atividade industrial e comercial, o Barreto contava com opções de lazer variadas (clubes fabris, associações recreativas e desportivas, blocos carnavalescos, etc.) que certamente contribuíram para o reforço de uma identidade operária e comunitária específica, ao passo que também se apresentavam como locais de disputa de diferentes forças políticas que se tornaram mais evidentes, sobretudo, no período pós-Estado Novo.

Abstract: This article aims to analyze aspects related to political and social workers´s residents of Barreto, the former working class neighborhood in the city of Niterói, RJ, in the years 1940 and 1950. This period, commonly called "the populism era", was considered "the peak" of the economic prosperity of the district and also the moment of greatest political speech of the same in the political Niterói and Rio de Janeiro.

In addition to its intense industrial and commercial activity, the Barreto has several   leisure options (factory clubs, associations and recreational sports, carnival, etc.) that certainly contributed to the strengthening of working class identity and legislation, while also presented themselves as struggle places of different political forces that have become more evident, especially in the post-New State.


Downloads

Publicado

2022-07-04

Como Citar

AMARAL, Luciana Pucu Wollmann do. Barreto, “bairro operário”: trabalhadores, política e associativismo em uma comunidade operária fluminense nos anos 1940 e 1950. Revista Mundos do Trabalho, Florianópolis, v. 3, n. 5, p. 114–135, 2022. DOI: 10.5007/1984-9222.2011v3n5p114. Disponível em: https://periodicos.ufsc.br/index.php/mundosdotrabalho/article/view/1984-9222.2011v3n5p114. Acesso em: 12 jun. 2024.