“É bom massacrar índio no país”

Autores

  • Daniela Fernandes Alarcon Museu Nacional da Universidade Federal do Rio de Janeiro

DOI:

https://doi.org/10.5007/1984-9222.2014v6n12p301

Palavras-chave:

Indios,

Resumo

Nesta entrevista, realizada em maio de 2014 na aldeia Serra do Padeiro

(Terra Indígena Tupinambá de Olivença, sul da Bahia), o cacique Babau (Rosivaldo
Ferreira da Silva) discorre sobre a história de expropriação e resistência dos
Tupinambá. Nela, evidencia-se a concepção territorial indígena, para quem a terra
pertence a entidades não humanas conhecidas como encantados, foi construída
pelos antepassados e é condição de possibilidade de vida autônoma.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Daniela Fernandes Alarcon, Museu Nacional da Universidade Federal do Rio de Janeiro

Antropologia social

Downloads

Publicado

2014-12-30

Como Citar

ALARCON, D. F. “É bom massacrar índio no país”. Revista Mundos do Trabalho, Florianópolis, v. 6, n. 12, p. 301-314, 2014. DOI: 10.5007/1984-9222.2014v6n12p301. Disponível em: https://periodicos.ufsc.br/index.php/mundosdotrabalho/article/view/1984-9222.2014v6n12p301. Acesso em: 7 dez. 2021.