“É bom massacrar índio no país”

Autores

  • Daniela Fernandes Alarcon Museu Nacional da Universidade Federal do Rio de Janeiro

DOI:

https://doi.org/10.5007/1984-9222.2014v6n12p301

Resumo

Nesta entrevista, realizada em maio de 2014 na aldeia Serra do Padeiro

(Terra Indígena Tupinambá de Olivença, sul da Bahia), o cacique Babau (Rosivaldo
Ferreira da Silva) discorre sobre a história de expropriação e resistência dos
Tupinambá. Nela, evidencia-se a concepção territorial indígena, para quem a terra
pertence a entidades não humanas conhecidas como encantados, foi construída
pelos antepassados e é condição de possibilidade de vida autônoma.

Biografia do Autor

Daniela Fernandes Alarcon, Museu Nacional da Universidade Federal do Rio de Janeiro

Antropologia social

Downloads

Publicado

2014-12-30

Como Citar

ALARCON, Daniela Fernandes. “É bom massacrar índio no país”. Revista Mundos do Trabalho, Florianópolis, v. 6, n. 12, p. 301–314, 2014. DOI: 10.5007/1984-9222.2014v6n12p301. Disponível em: https://periodicos.ufsc.br/index.php/mundosdotrabalho/article/view/1984-9222.2014v6n12p301. Acesso em: 14 jun. 2024.