Aprendizagem científica informal no PIBID: identificando e interpretando os focos da aprendizagem científica

Autores

  • Thomas Barbosa Fejolo Programa de Pós-Graduação em Ensino de Ciências e Educação Matemática, UEL, PR
  • Sergio de Mello Arruda Universidade Estadual de Londrina, PR
  • Marinez Meneghello Passos Universidade Estadual de Londrina, PR

DOI:

https://doi.org/10.5007/2175-7941.2013v30n3p628

Palavras-chave:

Aprendizagem Científica Informal, PIBID

Resumo

Este artigo apresenta resultados de uma investigação sobre a aprendizagem científica informal no contexto do Programa Institucional de Bolsas de Iniciação à Docência (PIBID). Tomamos como referência os focos do aprendizado científico informal (FAC), que representam seis dimensões da aprendizagem, a saber: 1) Desenvolvimento do interesse pela ciência; 2) Compreensão de conhecimento científico; 3) Engajamento em raciocínio científico; 4) Reflexão sobre a ciência; 5) Engajamento na prática científica; 6) Identificação com a ciência. Para o levantamento de dados utilizou-se o registro em filmagem das interações e diálogos de estudantes de graduação, enquanto realizavam atividades de espectroscopia em laboratório de óptica. Com base nos procedimentos da Análise de Conteúdo e por meio das interpretações das falas, investigamos quais dos seis focos estiveram presentes durante a ação dos estudantes nas atividades. Como resultado traçamos um perfil de aprendizagem para cada estudante, distribuindo as comunicações nos diferentes focos do aprendizado científico informal.

Biografia do Autor

Thomas Barbosa Fejolo, Programa de Pós-Graduação em Ensino de Ciências e Educação Matemática, UEL, PR

Estudante do Programa de Pós-Graduação em Ensino de Ciências e Educação Matemática

Com apoia da CAPES.

Sergio de Mello Arruda, Universidade Estadual de Londrina, PR

Departamento de Física – UEL

Com apoio do CNPq

Marinez Meneghello Passos, Universidade Estadual de Londrina, PR

Departamento de Matemática – UEL

Downloads

Publicado

2013-10-17

Edição

Seção

Espaços não formais no ensino de Física