As diretrizes do NASF e a presença do profissional em Educação Física

Jessica Félix Nicácio Martinez, Ana Márcia Silva, Maria Sebastiana Silva

Resumo


Texto que discute a participação do profissional em Educação Física no programa Núcleo de Atenção a Saúde da Família (NASF), com enfoque na cidade de Goiânia (Brasil).  Estudo de metodologia de revisão bibliográfica e documental que encontrou os seguintes resultados: a presença desse profissional em 49,2% das equipes do NASF no Brasil; uma diversidade de denominações para o profissional; e no caso de Goiânia (Brasil), os profissionais atuantes recebem menor remuneração que os demais profissionais da equipe multidisciplinar de saúde, apesar de terem uma valoração bastante positiva de seu trabalho por parte dos demais profissionais, assim como da gestão.

 


Palavras-chave


Saúde Pùblica; Núcleo de Atenção a Saúde da Famìlia; Educação Física

Texto completo:

PDF/A


DOI: https://doi.org/10.5007/2175-8042.2014v26n42p207



R. Motriviv., Florianópolis, Santa Catarina, Brasil, ISSNe: 2175-8042.

Os textos publicados na Revista Motrivivência estão licenciados com uma Licença Creative Commons de atribuição não comercial compartilhar igual: CC BY-NC-SA