Gosto, importância e participação: a relação dos estudantes do ensino médio com a Educação Física

Autores

DOI:

https://doi.org/10.5007/2175-8042.2020e76302

Palavras-chave:

Estudantes, Sentido, Mobilização, Ensino médio

Resumo

O objetivo do estudo foi compreender como estudantes de Ensino Médio se relacionam com os saberes da Educação Física (EF). Indagou-se, via questionário estruturado, 182 discentes do Ensino Médio de 8 escolas estaduais de São Paulo sobre suas relações de gosto, importância e participação com a EF. Os resultados indicam que: (i) a EF representa a disciplina que mais gostam; (ii) mas possui importância intermediária; (iii) a disciplina mobiliza  participação mediana; (iv) o gosto, a importância e a participação pela EF diminuem ao longo dos anos escolares do Ensino Médio; (v) a participação discente está mais atrelada ao gosto do que à importância. Por fim, esperamos que, ao ouvir os estudantes, estes resultados retornem aos docentes sugerindo novas dinâmicas e diretrizes em direção à melhoria das aulas de EF.

Biografia do Autor

Marcos Roberto So, - Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Sul de Minas - Universidade Estadual de Campinas (UNICAMP)

- Professor de Educação Física dos cursos técnicos profissionalizantes de nível médio e dos cursos de Licenciatura e Bacharelado em Educação Física do IFSULDEMINAS – Câmpus Muzambinho. 

- Doutorando em Educação Física na Universidade Estadual de Campinas (UNICAMP)

Gilson Santos Rodrigues, Universidade Estadual de Campinas (UNICAMP)

Doutorando em Educação Física na Universidade Estadual de Campinas (UNICAMP)

Elaine Prodócimo, Universidade Estadual de Campinas (UNICAMP)

- Livre docente da Universidade Estadual de Campinas (UNICAMP).

- Docente da Faculdade de Educação Física na Universidade Estadual de Campinas (FEF-UNICAMP)

Tatiana Zuardi Ushinohama, Universidade Federal Fluminense (PPGCOM-UFF)

- Doutoranda na Universidade Federal Fluminense (PPGCOM-UFF)

Mauro Betti, Professor aposentado da Universidade Estadual Julio de Mesquita Filho (UNESP)

- Livre-Docência pela Universidade Estadual Paulista (UNESP)

- Professor aposentado da Universidade Estadual Júlio de Mesquita Filho (UNESP-Bauru)

Referências

BENTO, Lilian Carla Moreira; RIBEIRO, Romes Dias. As aulas de Educação Física na concepção dos alunos de 5ª a 8ª séries do ensino fundamental da cidade de Indianópolis-MG. Motrivivência, Florianópolis, p. 354-368, dez. 2008. Disponível em: https://periodicos.ufsc.br/index.php/motrivivencia/article/view/2175-8042.2008n31p354/13011. Acesso em: 24 dez. 2019.

BERWANGER, Carlos Eduardo. A relação entre esporte e educação na perspectiva dos alunos do Ensino Médio das escolas particulares. 2002. 119 f. Dissertação (Mestrado) - Mestrado em Educação Física, Escola de Educação Física, UFRGS, Porto Alegre, 2002.

BETTI, Mauro. A versão final da Base Nacional Comum Curricular da educação física (ensino fundamental): menos virtudes, os mesmos defeitos. Revista Brasileira de Educação Física Escolar, São Paulo, v. 4, n. 1, p. 156-175, 2018.

BETTI, Mauro; LIZ, Marlene Terezinha Facco. Educação Física escolar: a perspectiva de alunas do ensino fundamental. Motriz, Rio Claro, v. 9, n.3, p.135-142, 2003. Disponível em: http://periodicos.rc.biblioteca.unesp.br/index.php/motriz/article/view/1008. Acesso em: 14 maio 2020.

BETTI, Mauro; USHINOHAMA, Tatiana Zuardi. Os saberes da Educação Física nas perspectivas dos alunos: panorama da literatura e uma proposta de investigação a partir da ‘teoria da relação com o saber’. Revista Pulsar. Jundiaí, v.6, n.4, p.1-18, 2014. Disponível em: http://pulsar.esef.br/images/stories/arquivos/pdf/revista/Artigos/Volume6_Numero01_2014/art8.pdf. Acesso em: 24 dez. 2019.

BRASIL. Ministério da Educação. Base Nacional Comum Curricular. Brasília: MEC, 2017a.

BRASIL. Lei n. 13.415. Brasília, 2017b. Disponível em: http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/_ato2015-2018/2017/lei/L13415.htm. Acesso em: 24 de dez., 2019.

BRASIL. Ministério da Educação. Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira. Nota técnica: Índice de Desenvolvimento da Educação Básica – Ideb. 2020. Disponível em: http://download.inep.gov.br/educacao_basica/portal_ideb/o_que_e_o_ideb/Nota_Tecnica_n1_concepcaoIDEB.pdf. Acesso em: 15 jan. 2020.

CARDOSO, Adrielle Gomes Cardoso; NUNEZ, Paulo Ricardo Martins. Percepção dos alunos do Ensino Médio em relação às aulas de Educação Física. Coleção Pesquisa em Educação Física, Várzea Paulista, v.13, n.4, p.125-132, 2014. Disponível em: https://www.fontouraeditora.com.br/periodico/upload/artigo/1146_1504048382.pdf. Acesso em: 06 ago 2020.

CÁSSIO, Fernando Luiz; CROCHIK, Leonardo; PIERRO, Maria Clara di; STOCO, Sergio. Demanda Social, planejamento e direito à Educação Básica: uma análise da rede estadual de ensino paulista na transição 2015-2016. Educação & Sociedade, Campinas, v. 37, n. 137, p. 1089-1119, dez. 2016. FapUNIFESP (SciELO). http://dx.doi.org/10.1590/es0101-73302016167297.

CÁSSIO, F.; CATELLI JR., R. Educação é a base? 23 educadores discutem a BNCC. São Paulo: Ação Educativa, 2019.

CHARLOT, Bernard. Da relação com o saber: elementos para uma teoria. Porto Alegre: Artmed, 2000.

CHARLOT, Bernard. Relação com o saber, formação de professores e globalização: questões para a educação hoje. 1ª ed. Porto Alegre: Artmed, 2005.

DARIDO, Suraya Cristina. A educação física na escola e o processo de formação dos não praticantes de atividade física. Rev. Bras. Ed. Fís. Esp. São Paulo, v. 18, n.1, p. 61-80, 2004. Disponível em: http://www.revistas.usp.br/rbefe/article/view/16551. Acesso em: 05 jun 2020.

FERNANDES, Anoel; RODRIGUES, Heitor Andrade; NARDON, Tiago Aparecido. A inserção dos conteúdos de Educação Física no ENEM: entre a valorização do componente curricular e as contradições da democracia. Motrivivência, Florianópolis, n. 40, p. 13-24, 3 jul. 2013. Univ. Fed. de Santa Catarina. http://dx.doi.org/10.5007/2175-8042.2013v25n40p13.

FONTANA, Roseli Cação. O corpo aprendiz. In: CARVALHO, Yara Maria; RUBIO, Katia. (Org.). Educação Física e Ciências Humanas. São Paulo: Huicitec, 2001.

FREIRE, Paulo. Pedagogia da autonomia: saberes necessários à prática educativa. 41 ed. São Paulo, SP: Paz e Terra, 2010.

FREY, Mariana Carvalho. Educação Física no Ensino Médio: a opinião dos alunos sobre as aulas. Lecturas: Educação Física y Deportes. Buenos Aires, v.12, n.113, 2007. Disponível em: https://www.efdeportes.com/efd113/educacao-fisica-no-ensino-medio.htm. Acesso em: 24 de dez., 2019.

GIL, Antônio Carlos. Como elaborar projetos de pesquisa. 5ª ed. São Paulo: Atlas, 2010.

HOUAISS, A. Dicionário eletrônico Houaiss da língua portuguesa, Rio de Janeiro: Ed. Objetiva, 2009.

LEITE, Sérgio Antônio da Silva. Afetividade nas práticas pedagógicas. Temas em Psicologia, Ribeirão Preto, v. 20, n. 2, p. 355-368, 2012. Associação Brasileira de Psicologia. http://dx.doi.org/10.9788/tp2012.2-06.

LIZ, Luciano Carmo. Dispensa das aulas de Educação Física: os motivos de alunas do EM. 1999. Monografia (Especialização em Educação Física e Esporte para Crianças e adolescentes), Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho, 1999.

LOPES, Bárbara. BNCC e o avanço neoliberal nos discursos sobre educação. In: CÁSSIO, Fernando; CATELLI JR., Roberto. Educação é a base? 23 educadores discutem a BNCC. São Paulo: Ação Educativa, 2019.

LOVISOLO, Hugo. Educação Física: a arte da mediação. Rio de Janeiro: Sprint, 1995.

MARCONI, Maria de Andrade; LAKATOS, Eva Maria. Técnicas de pesquisa: Planejamento e execução de pesquisas, amostragens e técnicas de pesquisas, elaboração, análise e interpretação de dados. São Paulo: Atlas, 1982.

MARQUES, Paula D’Avila. As aulas de Educação Física: perspectivas de alunos do Ensino Médio. TCC (Graduação) – Curso de Educação Física, UNESP, Bauru, 2008.

MARTINELLI, Camila Rodrigues. et al. Educação Física no Ensino Médio: motivos que levam as meninas a não gostarem de participar das aulas. Revista Mackenzie de Educação Física e Esporte, São Paulo, v.5 n.2, 2006. Disponível em: http://editorarevistas.mackenzie.br/index.php/remef/article/view/1288. Acesso em 05 jun 2020.

MARTINS, Ana Beatriz Rizzotti; FREIRE, Elisabete dos Santos. O envolvimento dos alunos nas aulas de Educação Física: um estudo de caso. Pensar A Prática, Florianópolis, v. 16, n. 3, p. 760-774, 30 set. 2013. Univ. Fed. de Goiás. http://dx.doi.org/10.5216/rpp.v16i3.19222.

MARZINEK, Adriano. A motivação de adolescentes nas aulas de Educação Física. 2004. 89 f. Dissertação (Mestrado em Educação Física) – Univ. Católica de Brasília, Brasília, 2004.

MENEZES, Rafael; VERENGUER, Rita de Cássia Garcia. Educação Física no Ensino Médio: o sucesso de uma proposta segundo os alunos. Revista Mackenzie de Educação Física e Esporte, São Paulo, v.5, n. especial, p.99-107, 2006. Disponível em: https://www.mackenzie.br/fileadmin/OLD/47/Graduacao/CCBS/Cursos/Educacao_Fisica/REMEFE-5-especial-2006/art11_edfis5nE.pdf. Acesso em: 24 dez., 2019.

MILLEN NETO, Alvaro Rego et al. Evasão escolar e o desinteresse dos alunos nas aulas de Educação Física. Pensar a Prática, v.13, n.2, 2010. https://doi.org/10.5216/rpp.v13i2.7559

PAIANO, Ronê. Possibilidades de orientação da prática pedagógica do professor de Educação Física: situações de desprazer na opinião dos alunos. Revista Mackenzie de Educação Física e Esporte. São Paulo, v.5, n. 1, p. 47-58, 2006. Disponível em: http://editorarevistas.mackenzie.br/index.php/remef/article/view/1301. Acesso em: 05 jun 2020.

PEREIRA, Raquel Stoilov; MOREIRA, Evandro Carlos. A participação dos alunos do ensino médio em aulas de educação física: algumas considerações. Revista de Educação Física/UEM, Maringá, v. 16, n.2, p. 121-127, 2005. Disponível em: http://www.periodicos.uem.br/ojs/index.php/RevEducFis/article/view/3381. Acesso em 05 jun 2020.

PERFEITO, Roger Barreto et al. Avaliação das aulas de Educação Física na percepção dos alunos de escolas públicas e particulares. Revista da Ed. Física/UEM, Maringá, v. 19, n. 4, p. 489-499, 2008. Univ. Est. de Maringá. http://dx.doi.org/10.4025/reveducfis.v19i4.6009.

RODRIGUES, Anegleyce Teodoro et al. Da impropriedade de substituir a educação física da escola por atividades físicas e/ ou esportivas realizadas em academias, clubes, escolinhas. Pensar A Prática, Goiânia, v. 3, n. 1, p. 127-132, 15 nov. 2006. Universidade Federal de Goiás. http://dx.doi.org/10.5216/rpp.v3i0.38.

SCHNEIDER, Omar; BUENO, José Geraldo Silveira. A relação dos alunos com os saberes compartilhados nas aulas de educação física. Movimento, Porto Alegre, v. 11, n. 1, p. 23-46, 27 dez. 2007. Univ. Fed. do Rio Grande do Sul. http://dx.doi.org/10.22456/1982-8918.2860.

SILVA, Antônio Carlos da; RODRIGUES, Graciele Massoli; FREIRE, Elisabete dos Santos. Educação Física no Ensino Médio: as percepções dos estudantes sobre as aulas. Pensar a Prática, Goiânia, v.20, n.4, 2017. Disponível em: https://www.revistas.ufg.br/fef/article/view/43820/pdf. Acesso em: 24 de dez 2019.

SOUZA JÚNIOR, Osmar Moreira de; DARIDO, Suraya Cristina. Dispensas das aulas de educação física: apontando caminhos para minimizar os efeitos da arcaica legislação. Pensar A Prática, Goiânia, v. 12, n. 2, p. 1-12, 26 ago. 2009. Universidade Federal de Goiás. http://dx.doi.org/10.5216/rpp.v12i2.6436.

SOUZA, Maristela Silva; RAMOS, Fabrício Krusche. Educação Física e o mundo do trabalho: um diálogo com a atual reforma do ensino médio. Motrivivência, Florianópolis, v. 29, n. 52, p. 71-86, 2017. UFSC. http://dx.doi.org/10.5007/2175-8042.2017v29n52p71.

TEIXEIRA, Fabiano. A.; FOLLE, Alexandra. Participação dos alunos do ensino fundamental nas aulas de Educação Física: um estudo de caso. Educação Física em Revista, v.7, n.2, p.84-92, 2013. Disponível em: https://bdtd.ucb.br/index.php/efr/article/view/3642/3047. Acesso em: 24 de dez., 2019.

Downloads

Publicado

2020-11-16

Edição

Seção

Artigos Originais