A (des)seriação da Educação Física no ensino médio do CAp/UFRGS: um relato de experiência do estágio de docência

Autores

DOI:

https://doi.org/10.5007/2175-8042.2021e77294

Palavras-chave:

Currículo, Práticas corporais de aventura, Educação física escolar, Ensino médio

Resumo

Este artigo apresenta algumas reflexões que emergiram de uma experiência no Estágio de Docência de Educação Física no Ensino Médio, ocorrido no CAp/UFRGS a partir de um currículo (des)seriado. Assim, mediante uma docência compartilhada, o trabalho desenvolvido sustentou-se nas práticas corporais de aventura, tendo em vista que foi uma das “modalidades” eleitas na assembleia representativa da dinâmica curricular da Educação Física na instituição quanto à definição dos conteúdos a serem trabalhados. Desse modo, tendo como escopo neste artigo os processos de ensino e aprendizagens na Educação Física partindo do que foi produzido sob a égide da respectiva (des)seriação, apresentamos a particularidade de sua dinâmica na Educação Física, remontando seu processo de formulação e substantivação na instituição para expor o trabalho desenvolvido no referido Estágio. Assim, sustentamos as reflexões e interpretações aqui postas no estudo que embasa o currículo em questão, bem como nas contribuições de Paulo Freire.

 

Biografia do Autor

Gabriel Ziel Boldori, Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS).

Graduando do curso de Bacharelado em Educação Física pela Escola de Educação Física, Fisioterapia e Dança da Universidade Federal do Rio Grande do Sul (ESEFID/UFRGS). Tem formação em Licenciatura em Educação Física pela ESEFID/UFRGS. Foi bolsista de iniciação à docência do Programa Institucional de Bolsas de Iniciação à Docência da Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superor (PIBID/CAPES). Foi estagiário da Secretaria de Educação do Município de Porto Alegre (SMEDPOA), trabalhando com educação inclusiva. Pesquisador do Grupo de Pesquisa Didática e Metodologia do Ensino da Educação Física (DIMEEF) vinculado ao Programa de Pós-Graduação em Ciências do Movimento Humano da ESEFID (PPGCMH/ESEFID). Tem interesse nos seguintes temas: Educação Física, Educação Física escolar, Teoria/pedagogia Crítica, Educação Libertadora, Etnografias, Autoetnografias, estudos curriculares, didática e metodologias de ensino, formação de professores e práticas pedagógicas.

Ivan Livindo de Senna Corrêa, Colégio de Aplicação da Universidade Federal do Rio Grande do Sul (CAp/UFRGS).

Possui graduação em Educação Física Licenciatura Plana pela Universidade Federal de Santa Maria (1990), mestrado em Ciência do Movimento Humano pela Universidade Federal de Santa Maria (2000) e doutorado em Educação pela Universidade Federal do Rio Grande do Sul (2014). Atualmente é professor do Ensino Básico, Técnico e Tecnológico do Colégio de Aplicação da Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Tem experiência na área de Educação Física, com ênfase em Educação Física Escolar, atuando principalmente nos seguintes temas: educação física, escola, esporte, práticas corporais de aventura, capoeira angola e lazer.

Denise Grosso da Fonseca, Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS).

Professora Classe D Nível 1 da Escola de Educação Física, Fisioterapia e Dança da Universidade Federal do Rio Grande do Sul (ESEFID/UFRGS). Professora permanente do Programa de Pós-Graduação em Ciências do Movimento Humano - PPGCMH. Coordenadora do GEDAEF ? Grupo de Estudos em Docência e Avaliação em Educação Física e participante dos grupos F3P-EFICE - Grupo de Estudos Qualitativos Formação de Professores e Prática Pedagógica em Educação Física e DIMEEF ? Grupo de Pesquisa em Didática e Metodologia de Ensino em Educação Física (ESEF/UFRGS). Também atuou como professora no Curso de Educação Física do Centro Universitário Metodista - IPA e na Rede Pública Estadual de Ensino do Rio Grande do Sul, exercendo a docência em todos os níveis da Educação Básica. É Licenciada em Educação Física pela Universidade Federal de Santa Maria (UFSM), Mestre em Educação pela Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS), Doutora em Educação pela Universidade do Vale do Rio dos Sinos (UNISINOS) com Pós-doutorado no PPGCMH da UFRGS.

Referências

BOSSLE, Fabiano; BOSSLE, Cibele Biehl. “O CONHECIMENTO DE QUEM É MAIS VALIOSO?” EDUCAÇÃO FÍSICA ESCOLAR, EDUCAÇÃO CRÍTICA E PESQUISA CIENTÍFICA NO GRUPO DIMEEF/UFRGS. In: Educação Física escolar, Etnografias e Autoetnografias: A formação de intelectuais transformadores. 1 ed. Curitiba: Editora CRV. 2018.

BRACHT, Valter. Cultura Corporal, Cultura de Movimento ou Cultura Corporal de Movimento? In: SOUZA JÚNIOR, M. Educação Física escolar: Teoria e Política Curricular, Saberes Escolares e Proposta Pedagógica. Recife: EDUPE, p. 97-106, 2005. Disponível em: http://reiipefe.com/wp-content/uploads/2015/12/BRACHT_Cultura-corporal-de-movimento.pdf. Acesso em: 22 set. 2020

CORRÊA, Ivan Livindo de Senna; GONÇALVES, Mariana Barbos. Práticas Corporais de Aventura na Escola: uma experiência com o Ensino Médio. In: Anais do VIII Congresso Sulbrasileiro de Ciências do Esporte: Implicações dos Novos Marcos Legais Para a Educação Física, o Esporte e o Lazer.

CORRÊA, Ivan Livindo de Senna; MORO, Roque Luiz. Educação Física escolar: Reflexão e Ação Curricular. Rio Grande do Sul: Unijuí, 2004.

DEWEY, John. Vida e Educação. 10° Edição. São Paulo: Melhoramentos. 1978.

FREIRE, Paulo. Ação Cultural para a Liberdade e Outros Escritos. 5º Edição. Rio de Janeiro: Paz e Terra. 1981.

FREIRE, Paulo. Educação e Mudança. 12° Edição. Rio de Janeiro: Paz e Terra. 1979.

FREIRE, Paulo. Pedagogia do Oprimido. 45 Edição. Rio de Janeiro: Paz e Terra. 2005.

FREIRE, Paulo, FAUNDEZ, Antonio. Por Uma Pedagogia da Pergunta. 3º Edição. Rio de Janeiro: Paz e Terra. Coleção Educação e Comunicação: v. 15. 1985.

FONSECA, Denise Grosso da; MACHADO, Roseli Belmonte. Educação Física: (re)visitando a didática. Porto Alegre: Sulina, 2015.

LETTNIN, Carla da Conceição. (Des)seriação da educação física no ensino médio como proposta de contribuições à saúde: visão de alunos e professores. Tese (Doutorado). Faculdade de Educação, PUCRS, Porto Alegre, 2013.

TAVARES, Natacha da Silva.; FONSECA, Denise Grosso da. A Busca Por Uma Avaliação Emancipatória no Ensino Médio: um relato de experiência. Revista Didática Sistêmica, v. 18, p. 71-87, 2016. Disponível em: https://periodicos.furg.br/redsis/article/view/7158. Acesso em: 22 set. 2020.

Downloads

Publicado

2021-03-03

Edição

Seção

Porta Aberta