Educação Física escolar e mediação pedagógica: uma revisão sobre a produção do conhecimento

Autores

DOI:

https://doi.org/10.5007/2175-8042.2022.e85859

Palavras-chave:

Educação física escolar, Mediação pedagógica, Educação libertadora, Paulo Freire, Didática

Resumo

Este artigo de revisão sistemática buscou compreender como a mediação pedagógica vem sendo compreendida pela literatura científica da Educação Física Escolar quanto à produção do conhecimento. Para tal, consultamos duas bases de dados nas quais identificamos 9 artigos que atendiam aos critérios estabelecidos. Identificamos que a mediação pedagógica se apresenta fundamentada, com expressiva referência, nos estudos de Vygotsky, destacando-se a teoria sobre a zona de desenvolvimento proximal como suporte teórico-metodológico aos processos de ensino e aprendizagens da Educação Física Escolar. Em vista disso, localizamos 3 palavras-chave transversais aos estudos analisados (Comportamento, Sistematização do Conhecimento e Intervenção), a partir das quais estabelecemos categorias de análise e apresentamos as sínteses de nossas interpretações. Para esse diálogo, buscamos suporte na Educação Libertadora de Paulo Freire, o que nos permitiu sugerir pelo reposicionamento da mediação pedagógica na Educação Física Escolar na perspectiva da pedagogia do oprimido.

 

Biografia do Autor

Gabriel Ziel Boldori, Universidade Federal do Rio Grande do Sul

Graduando do curso de Bacharelado em Educação Física pela Escola de Educação Física, Fisioterapia e Dança da Universidade Federal do Rio Grande do Sul (ESEFID/UFRGS). Tem formação em Licenciatura em Educação Física pela ESEFID/UFRGS. Foi bolsista de iniciação à docência do Programa Institucional de Bolsas de Iniciação à Docência da Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superor (PIBID/CAPES). Foi estagiário da Secretaria de Educação do Município de Porto Alegre (SMEDPOA), trabalhando com educação inclusiva. Pesquisador do Grupo de Pesquisa Didática e Metodologia do Ensino da Educação Física (DIMEEF) vinculado ao Programa de Pós-Graduação em Ciências do Movimento Humano da ESEFID (PPGCMH/ESEFID). Tem interesse nos seguintes temas: Educação Física, Educação Física escolar, Teoria/pedagogia Crítica, Educação Libertadora, Etnografias, Autoetnografias, estudos curriculares, didática e metodologias de ensino, formação de professores e práticas pedagógicas.

Lucas Silva Skolaude, Universidade Federal do Rio Grande do Sul

Doutorando do Programa de Pós Graduação Ciências do Movimento Humano (PPGCMH) da Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Mestre pelo PPGCMH (2017). Formado em Educação Física pela Universidade de Santa Cruz do Sul (2012). Professor da Rede Estadual de Educação do Rio Grande do Sul. Membro do grupo de pesquisa Didática e Metodologia do Ensino da Educação Física da Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Pesquisador com a Cultura Kaingang, nas aulas de Educação Física em escolas da Rede Estadual do Rio Grande do Sul.

Márcio Cardoso Coelho, Universidade Federal do Rio Grande do Sul

Possui graduação em Educação Física licenciatura plena pela Universidade do Vale do Rio dos Sinos, (UNISINOS-2003), Mestrado em Ciências do Movimento Humano, pela Universidade Federal do Rio Grande do Sul ( UFRGS-2017), doutorando em Ciências do Movimento Humano, pela Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS-2019), atualmente é professor de Educação Física da Rede Municipal de Ensino de Porto Alegre/RS. É pesquisador do grupo de pesquisas Didática e Metodologia de Ensino da Educação Física (DIMEEF/UFRGS). Tem interesse nos seguintes temas: Educação Física, Educação Física escolar, Teoria/pedagogia Crítica, Educação Libertadora de Paulo Freire, Educação das relações étnico raciais (ERER), Educação Antirracista, Etnografias, Autoetnografias, estudos curriculares, Didática, formação de professores e práticas pedagógicas.

Samuel Nascimento de Araújo, Universidade Federal do Rio Grande do Sul

Doutor em Ciências do Movimento Humano pela UFRGS (2021), com Mestrado em Ciências do Movimento Humano pela UFRGS (2016) e Graduação em Educação Física pela URI (2009). Atualmente é Professor de Educação Física na Educação Básica da Rede Municipal de Ensino de Guarani das Missões/RS e no Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Rio Grande do Sul campus Sertão/RS, possui experiência docente no ensino de Esportes para crianças e jovens. Membro do Grupo de Pesquisa Didática e Metodologia de Ensino da Educação Física (DIMEEF/UFRGS), com experiência nos temas: Educação Física Escolar, Práticas Pedagógicas da Educação Física, Formação de Professores, Educação Libertadora de Paulo Freire, Descolonização, Resistência, Etnografia, Autoetnografia e Autoetnografia Crítica.

Fabiano Bossle, Universidade Federal do Rio Grande do Sul

Professor Associado da Escola de Educação Física, Fisioterapia e Dança (ESEFID) da Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS). Professor Permanente do Programa de Pós-Graduação em Ciências do Movimento Humano atuando na linha de pesquisa Formação de Professores e Prática Pedagógica. Pós-doutorado em Ciências do Movimento Humano pela UFRGS (2010); Doutorado em Ciências do Movimento Humano pela UFRGS (2008); Mestrado em Ciências do Movimento Humano pela UFRGS (2003); Graduado em Educação Física - Licenciatura plena - pelo IPA (1991). Coordenador do Grupo de Pesquisa Didática e Metodologia do Ensino na Educação Física (DIMEEF/UFRGS). Experiência na Área de Educação Física, com ênfase em Educação Física Escolar, atuando principalmente nos seguintes temas: Paulo Freire, Educação Física Escolar Crítico-Libertadora, Educação Crítica e Educação Libertadora, Etnografias e Autoetnografias Críticas.

Referências

ANTUNES, Fabia Helena Chioroli et al. Um retrato da Pesquisa Brasileira em Educação Física Escolar: 1999 – 2003. Motriz, Rio Claro, v.11, n.3, set./dez. 2005. P.179-184.

ARAÚJO, Samuel de Nascimento. “ESTA TERRA TEM DONO”/ “CO YVY OGUERECO YARA”: uma autoetnografia crítica da produção da resistência política de um professor de Educação Física de Guarani das Missões/RS. 2021. Tese (Doutorado em Ciências do Movimento Humano) – Programa de Pós-Graduação em ciências do Movimento Humano. Escola de Educação Física, Fisioterapia e Dança. Universidade Federal do Rio Grande do Sul, 2021.

BARBUIO, Rodrigo; FREITAS, Ana Paula de. Educação física, deficiência e inclusão escolar. Journal Of Research In Special Educational Needs, [S.L.], v. 16, p. 421-425, ago. 2016. Disponível em: http://dx.doi.org/10.1111/1471-3802.12301.

BASEI, Ana Paula. A Educação Física na Educação Infantil: a importância do movimentar-se e suas contribuições no desenvolvimento da criança. Revista Iberoamericana de Educación, n.º 47, outubro. 2008. P. 3-25.

BETTI, M.; FERRAZ, Osvaldo Luiz; DANTAS, Luiz Eduardo Pinto Basto Tourinho. Educação Física Escolar: estado da arte e direções futuras. Rev. bras. Educ. Fís. Esporte, São Paulo, v. 25, dez. 2011. P. 105-15. Disponível em: http://dx.doi.org/10.1590/s1807-55092011000500011.

BRACHT, Valter, et al. A Educação Física Escolar Como Tema da Produção do Conhecimento nos Periódicos da Área no Brasil (1980-2010): parte I. Movimento, Porto Alegre, v. 17, n. 02, abr/jun de 2011. P. 11-34. Disponível em: https://doi.org/10.22456/1982-8918.19280.

BRACHT, Valter, et al. A Educação Física Escolar Como Tema da Produção do Conhecimento nos Periódicos da Área no Brasil (1980-2010): parte II. Movimento, Porto Alegre, v. 18, n. 02, abr/jun de 2012. P. 4-29. Disponível em: https://doi.org/10.22456/1982-8918.30158.

BRACHT, Valter. Educação Física e Ciência: cenas de um casamento (in)feliz. 4º ed. Ijuí: Unijuí. 2014.

BOSSLE, Fabiano. Atualidade e relevância da Educação Libertadora de Paulo Freire na Educação Física Escolar em tempos de “Educação S/A”. In: SOUSA, Cláudio Aparecido de. de; NOGUEIRA, Valdilene Aline; MALDONADO, Daniel Teixeira. (Org). Educação Física Escolar e Paulo Freire: ações e reflexões em tempos de chumbo. Curitiba: Editora CRV, 2019, P. 17-31.

BOSSLE, Fabiano; BOSSLE, Cibele Biehl. “O conhecimento de quem é mais valioso?” Educação Física Escolar, Educação Crítica e Pesquisa Científica no grupo DIMEEF/UFRGS. In: BOSSLE, Fabiano, et al. (Org). Educação Física Escolar, Etnografias e Autoetnografias: a formação de intelectuais transformadores. Curitiba: Editora CRV, 2018, P. 15-30.

CAPARROZ, Francisco Eduardo; BRACHT, Valter. O Tempo e o Lugar de Uma Didática na Educação Física Escolar. Rev. Bras. Cienc. Esporte, Campinas, v. 28, n. 2, jan. 2007. P. 21-37.

CHICON, José Francisco, et al. Educação física e inclusão: a mediação pedagógica do professor na brinquedoteca. Movimento (Esefid/Ufrgs), [S.L.], v. 22, n. 1, p. 279, 11 dez. 2015. Disponível em: https://doi.org/10.22456/1982-8918.56302.

FRASSON, Jessica Serafim. Epistemologias da Educação Física Escolar: do alto da torre de marfim ao chão da realidade concreta. 2020. Tese (Doutorado). Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS). Escola de Educação Física, Fisioterapia e Dança (ESEFID). Programa de Pós-Graduação em Ciências do Movimento Humano (PPGCMH).

FRASSON, Jessica Serafim; MOLINA NETO, Vicente; WITTIZORECKI, Elisandro Schultz. A Produção Científica Resultante de Teses e Dissertações em Programas de Pós-Graduação em Educação Física no Período de 2013 a 2017. Movimento, Porto Alegre, v. 25, 2019. P. 1-13. Disponível em: https://doi.org/10.22456/1982-8918.85355.

FREIRE, Paulo. Ação cultural para a liberdade e outros escritos. 5ª ed., Rio de Janeiro, Paz e Terra. 1981.

FREIRE, Paulo. Conscientização. São Paulo: Cortez. 2016.

FREIRE, Paulo. Educação como Prática da Liberdade. 48º ed. Rio de Janeiro: Paz e Terra. 2016.

FREIRE, Paulo. Pedagogia da Autonomia: saberes necessários à prática educativa. 9º ed. São Paulo: Paz e Terra. 1996.

FREIRE, Paulo. Pedagogia da Esperança. 28º ed. Rio de Janeiro: Paz e Terra. 2021.

FREIRE, Paulo. Pedagogia do Oprimido. 45º ed. Rio de Janeiro: Paz e Terra. 2005.

KINCHELOE, Joe Lyons; MCLAREN, Peter. Repensando a teoria crítica e a pesquisa qualitativa. In: DENZIN, Norman Kent; YVONNA, Sessions Lincoln. (Org). O Planejamento da Pesquisa Qualitativa: teorias e abordagens. 2º ed. Porto Alegre: Artmed. 2006. P. 281-315.

KUNZ, Elenor. Educação Física: ensino e mudanças. 3º ed. Ijuí: Unijuí. 2012.

LENZI, Lucia Helena Corrêa. Ressignificando jogos nas aulas de educação física, a partir das ideias de Vigotski. Motrivivência (Florianópolis), dezembro, 1996. P. 328-334.

MACHADO, Thiago da Silva; BRACHT, Valter. O impacto do movimento renovador da educação física nas identidades docentes: uma leitura a partir da teoria do reconhecimento de axel honneth. Movimento (Esefid/Ufrgs), [S.L.], v. 22, n. 3, p. 849, 15 ago. 2016. Disponível em: https://doi.org/10.22456/1982-8918.60228.

MARCHIORI, Alexandre Freitas; FRANÇA, Carla de Almeida Aguiar. A inclusão na educação infantil de Vitória: contribuições da educação física. Zero-A-Seis, [S.L.], v. 17, n. 32, p. 292, 30 out. 2015. Disponível em: https://doi.org/10.5007/1980-4512.2015n31p292.

MEDEIROS, Tiago Nunes; BOSSLE, Cibele, Biehl; BOSSLE, Fabiano. A produção do conhecimento sobre a educação física nos currículos dos institutos federais de educação, ciência e tecnologia. Holos, [S.L.], v. 5, p. 1-20, 24 dez. 2019. Disponível em: https://doi.org/10.15628/holos.2019.8367.

NOGUEIRA, Valdilene. Aline, et al. Práticas Corporais e Paulo Freire: uma análise sobre a produção do conhecimento. Movimento, Porto Alegre, v. 24, n. 4, p. 1265-1280, out./dez. 2018. Disponível em: https://doi.org/10.22456/1982-8918.85020.

PETERS, Leila Lira. Atividades em pequenos grupos na Educação Física: jogos de significações. Psicologia em Estudo, [S.L.], v. 11, n. 3, p. 503-512, dez. 2006. Disponível em: https://doi.org/10.1590/S1413-73722006000300006.

PIMENTA, Thiago; HONORATO, Tony. Esporte moderno e mediação pedagógica nas aulas de educação física. Revista Brasileira de Educação Física e Esporte, [S.L.], v. 24, n. 4, p. 493-505, dez. 2010. Disponível em: https://doi.org/10.1590/S1807-55092010000400007.

ROCHA, Leandro Oliveira, et al. A Educação Física na Escola Pública: por uma forma de vida democrática. In: ARAÚJO, Samuel de Nascimento; ROCHA, Leandro Oliveira; BOSSLE, Fabiano (Org). A Educação Física da Escola Pública: práticas pedagógicas no ensino fundamental. Curitiba: CRV. 2019. P. 13-27.

ROCHA, Leandro Oliveira; COELHO, Márcio Cardoso; ARAÚJO, Samuel de Nascimento. Educação Física Escolar Crítica: experiências em diálogo. Curitiba: CRV. 2021.

SANTOS, Boaventura de Sousa. O Fim do Império Cognitivo: a afirmação das epistemologias do sul. Belo Horizonte: Autêntica. 2019.

SILVA, Matheus Bernardo; CAVAZOTTI, Maria Auxiliadora. Contribuições da educação física escolar para o desenvolvimento psíquico do ser humano: primeiros apontamentos. Revista Ibero-Americana de Estudos em Educação, [S.L.], v. 12, n. 2, p. 689-709, 4 jun. 2017. Disponível em: https://doi.org/10.21723/riaee.v12.n2.8298.

SILVA, Maria Eleni Henrique da; MARTINS, Raphaell Moreira. (Org). Pressupostos Freireanos na Educação Física Escolar: ação e movimentos para a transformação. Curitiba: CRV. 2020.

SHOR, Ira; FREIRE, Paulo. Medo e Ousadia: o cotidiano do professor. 14º ed. Rio de Janeiro/São Paulo: Paz e Terra. 2021.

SOUSA, Claudio Aparecido de; NOGUEIRA, Valdilene Aline; MALDONADO, Daniel Teixeira. (Orgs.). Educação Física Escolar e Paulo Freire: ações e reflexões em tempos de chumbo. Volume 38. Curitiba: CRV. 2019.

STIGGER, Marco Paulo; SILVEIRA, Raquel da; MYSKIW, Mauro. O processo de avaliação da Pós-Graduação em Educação física e Ciências do Esporte no Brasil e algumas das suas repercussões cotidianas. In: RECHIA, Simone, et al. Dilemas e desafios da Pós-Graduação em Educação Física. Ijuí: Editora Unijuí, 2015. P. 15-56.

VASCONCELOS, Carolina Moura; MARTINELI, Telma Adriana Pacífico; ALMEIDA, Eliane Maria. A formação de conceitos na teoria de Vigotski: contribuições para o ensino da ginástica na educação física. Pensar a Prática, v. 22, Goiânia, 2019. P. 1-12. Disponível em: https://doi.org/10.5216/rpp.v22.53128.

VON BOROWSKI. Eduardo Von Borowski.; MEDEIROS, Tiago Nunes; BOSSLE, Fabiano. (Orgs.). Por uma Perspectiva Crítica na Educação Física Escolar: ensaiando possibilidades. Curitiba: CRV. 2020.

WIGGERS, Ingrid Dittrich, et al. Um “raio-x” da produção do conhecimento sobre educação física escolar: análise de periódicos de 2006 a 2012. Movimento (ESEFID/UFRGS), [S.L.], v. 21, n. 3, p. 831, 9 jun. 2015. Disponível em: https://doi.org/10.22456/1982-8918.50517.

Downloads

Publicado

2022-05-30

Edição

Seção

Porta Aberta