Crianças, infância e escolarização: tessituras na transição da educação infantil para o ensino fundamental de nove anos

Marciel Barcelos, Wagner dos Santos, Amarílio Ferreira Neto

Resumo


O presente artigo busca compreender as concepções de crianças, infância e escolarização dos praticantes dos cotidianos (professores com formação em Educação Física, professora regente com formação em Pedagogia e coordenador de turno com formação em Educação Física da EMEF “Espírito Santo”). Para tanto, caracterizou-se como um estudo de caso etnográfico e utilizou, como fontes, narrativas produzidas por meio de registros de campo, entrevista e grupos de conversa. Os dados evidenciam a criação de estratégias para incorporar nas crianças culturas escolares. Esse caminho é produzido pelas experiências dos autores cotidianos em produzir momentos que articulem as práticas culturais das crianças com as intencionalidades do Ensino Fundamental de nove anos.

 


Palavras-chave


Educação Física; Cotidiano Escolar; Transição da Educação Infantil para o Ensino Fundamental

Texto completo:

PDF/A


DOI: https://doi.org/10.5007/2175-8042.2015v27n45p84



R. Motriviv., Florianópolis, Santa Catarina, Brasil, ISSNe: 2175-8042.

Os textos publicados na Revista Motrivivência estão licenciados com uma Licença Creative Commons de atribuição não comercial compartilhar igual: CC BY-NC-SA