A Educação Física nos institutos federais: “o quê” e o “para quê” ensinar

Autores

DOI:

https://doi.org/10.5007/2175-8042.2020e72210

Palavras-chave:

Currículo, Educação física escolar, Educação profissionalizante, Ensino médio

Resumo

Objetivou-se pesquisar como a Educação Física se configura no âmbito do Ensino Médio Integrado, quanto a sua finalidade pedagógica e os conhecimentos curriculares que são desenvolvidos nas práticas de ensino. Trata-se de uma pesquisa de cunho qualitativo que contou com a colaboração de seis professores de Educação Física, que atuam em diferentes campide Institutos Federais localizados no estado de Santa Catarina. A Educação Física no ensino médio integrado tem uma íntima relação com os conhecimentos sobre o corpo. Esses conhecimentos podem fornecer aos estudantes a análise crítica sobre o modo de produção no âmbito do emprego e os aspectos relacionados à saúde do trabalhador. Compete a Educação Física nesses Institutos Federais, cumprir sua função de componente curricular dessa modalidade de ensino, a qual, pode contribuir com a formação necessária para a vida, ao exercício da cidadania e à compreensão do contexto cultural em que os sujeitos fazem parte. Os dados apresentados nesse estudo, contribuíram com a elaboração de uma Proposta Curricular para a Educação Física em um Instituto Federal.

Biografia do Autor

Juliano Daniel Boscatto, IFSC- Instituto Federal de Santa Catariana, campus São Miguel do Oeste

Professor de Educação Física do IFSC

Mestre em Educação Física- CDS/UFSC-Florianópolis

Doutor em Desenvolvimento Humano e Tecnologias/UNESP- Rio Claro.

Suraya Cristina Darido, UNESP - Rio Claro, SP.

Doutorado em Psicologia Escolar e do Desenvolvimento Humano pela Universidade de São Paulo, Brasil(1997)
Efetiva da Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho , Brasil

Referências

BOSCATTO, Juliano, Daniel. Por uma Didática Comunicativa para a Educação Física escolar. Dissertação (mestrado) Centro de Desportos. Programa de Pós-Graduação em Educação Física - Universidade Federal de Santa Catarina. Florianópolis, 2008.

BOSCATTO, Juliano, Daniel; IMPOLCETTO, Fernanda, Moreto; DARIDO, Suraya, Cristina. A Base Nacional Comum Curricular: Uma Proposição Necessária Para a Educação Física? Revista Motriviência, Florianópolis: v. 28, n. 48, p. 96-112, setembro/2016.

BOSCATTO, Juliano, Daniel; DARIDO, Suraya, Cristina. A Educação Física no ensino médio integrado à Educação Profissional E Tecnológica: Percepções Curriculares. Revista Pensar a Prática, Goiânia: v. 20, n. 1, jan./mar. 2017.

BRACHT, Valter; PIRES, Rosely, Maria, da Silva; SOFISTE, Ana, Flavia; GARCIA, Sabrina. Poloni; ALMEIDA, Felipe, Quintçao; SILVA, Elisa. Barcellos. Cunha. Silva ; ANGELI, Evânia. Nunes. Angeli ; SILVA, Mauro. Sergio. Itinerários da Educação Física na Escola: O caso do Colégio Estadual do Espírito Santo. Revista Movimento. Porto Alegre, v. 11, n. 4, p.9-21, 2005.

BRASIL. Lei de Diretrizes e Bases da Educação Nacional 9.394/96. Disponível em: http://portal.mec.gov.br/arquivos/pdf/ldb.pdf Acesso em: 09 de janeiro de 2016.

BRASIL Diretrizes Curriculares Gerais Nacionais para a Educação Básica. Ministério da Educação. Secretaria de Educação Básica. Diretoria de Currículos e Educação Integral. Brasília: MEC, SEB, DICEI, 2013.

BRASIL. Institui a Política de Fomento à Implementação de Escolas de Ensino Médio em Tempo Integral. Disponível em http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/_Ato2015-2018/2017/Lei/L13415.htm, acesso em 16/03/2020.

BRASIL. Base Nacional Comum Curricular: Ensino Médio. Disponível em http://portal.mec.gov.br/conselho-nacional-de-educacao/base-nacional-comum-curricular-bncc-etapa-ensino-medio, acesso em 20/03/2020.

DESGAGNÉ, Serge. O conceito de pesquisa colaborativa: a ideia de uma aproximação entre pesquisadores universitários e professores práticos. Revista Educação em Questão, Natal: v. 29, n. 15, p. 7-35, maio/ago. 2007.

FRIGOTTO, Gaudêncio. Concepções e mudanças no mundo do trabalho e o ensino médio. In. ensino médio integrado: concepções e contradições. Vários autores. 3ª ed. São Paulo: Cortez, 2012.

FENSTESEIFER, Paulo, Evaldo. Função social da escola pública. In. Anna Rosa Fontella Santiago; Iselda Teresinha Sausen Feil; Lúcia Inês Albrandt (org). O curso de pedagogia da UNIJUI 35 anos. Ijuí, Unijuí, v1. 201.

FORQUIN, Jean, Claude. Escola e Cultura: As bases sociais e epistemológicas do conhecimento escolar. Tradução Guacira Lopes Louro. – Porto Alegre: Artes Médicas, 1993.

FORQUIN, Jean, Claude. O currículo entre o relativismo e o universalismo. Educação E Sociedade, Campinas. nº 73, 2000.

GONZÁLEZ. Fernando, Jaime. Desafios da legitimação da Educação Física na escola republicana. Horizontes – Revista de Educação, Dourados, MS, n.2, v1, julho a dezembro de 2013.

GONZÁLEZ, Fernando, Jaime. FRAGA, Alex. Afazeres da Educação Física na escola: planejar, ensinar, partilhar. Erechim: Edelbra, 2012.

KUNZ, Elenor. Transformação didática-pedagógica do esporte. 6. ed Ijuí: Unijuí, 2004.

MILLEN NETO. Alvaro, Rego; FERREIRA, Alexandre, Costa; SOARES, Antonio. Jorge, Gonçalves. Políticas de esporte escolar e a construção social do currículo de Educação Física. Motriz, Rio Claro, v.17, n.3, p.416-423. 2011.

MINAYO, Maria, Cecília, Souza. O Desafio do Conhecimento – Pesquisa Qualitativa em Saúde.8. Ed., São Paulo: Hucitec, 2004.

MIRANDA, Antonio, .Carlos; LARA, Larissa, .Michele; RINALDI, Ieda; Parra, .Barbosa. A Educação Física no ensino médio: saberes necessários sob a ótica docente. Motriz, Rio Claro, v.15, n.3, p.621-630, 2009.

RAMOS, Marise, O currículo para o ensino médio em suas diferentes modalidades: concepções, propostas e problemas. Educão e Sociedade, Campinas, v. 32, n. 116, 2011.

RESENDE, Ana, Beatriz, Pauli. Educação Física no Instituto Federal do Espirito Santo -campus Itapina: percalços e possibilidades ao longo dos anos. 2009. Dissertação de Mestrado Programa de Pós-Graduação em Educação Agrícola. Universidade Federal Rural do Rio de Janeiro: Instituto de Agronomia. Seropédica, 2009.

SAMPAIO, Juarez, Silva.O componente curricular Educação Física no ensino médio integrado da Escola Agrotécnica Federal de Santa Inês/BA. 2010. Dissertação Mestrado Programa de Pós-Graduação em Educação Agrícola. Universidade Federal Rural Do Rio De Janeiro -UFRRJ Seropédica, 2010.

SILVA, Eduardo, Marczwski. Educação Física no currículo de Escolas Profissionalizantes da Rede Federal: uma espécie em processo de mutação. 2014, Tese (Doutorado em Ciências do Movimento Humano) - Escola de Educação Física, Universidade Federal do Rio Grande do Sul, Porto Alegre, 2014.

SILVA, Marlon, André; SILVA, Lisandra, Oliveria; MOLINA NETO, Vicente. Possibilidades da Educação Física no ensino médio Técnico. Movimento. Porto Alegre, v. 22, n. 1, 2016.

SOARES, Carmem. Lucia. Educação Física: conhecimento e especificidade. Revista Paulista de Educação Física. São Paulo, supl.2, p.6-12, 1996.

SOARES, Carmem Lucia; TAFFAREL, Celi ; VARJAL, Elizabeth; CASTELLANI FILHO, Lino; ESCOBAR, Michele. E; BRACHT, Valter. Metodologia do Ensino da Educação Física. 2ª Ed. Cortez; São Paulo, 2012.

TRIVIÑOS, Augusto, Nibaldo, Silva. Introdução à pesquisa em ciências sociais: a pesquisa qualitativa em educação. 6ª Ed. Atlas. São Paulo: 2010.

Downloads

Publicado

2020-07-24

Edição

Seção

Artigos Originais