A industrialização no Rio Grande do Sul nas primeiras décadas da República: a organização da produção e as condições de trabalho (1889-1920)

Autores

  • Evangelia Aravanis ULBRA

DOI:

https://doi.org/10.5007/1984-9222.2010v2n3p148

Palavras-chave:

Rio Grande do Sul na primeira República, Condições de trabalho fabris, Divisão sexual do trabalho

Resumo

Este artigo visa contribuir para o estudo das condições de trabalho e da organização da produção fabril existentes no Rio Grande do Sul nas primeiras décadas da República (1889 a 1920). Especificamente, busca evidenciar as causas de acidentes de trabalho, as condições de higiene existentes, o poder aquisitivo dos salários dos operários e a divisão sexual do trabalho em vigor nas fábricas, bem como averiguar como todos esses elementos repercutiram sobre o corpo do operário.

Downloads

Publicado

2010-08-24