Camponeses, a Verdade e a História da Ditadura em São Paulo

Autores

  • Clifford Andrew Welch Departamento de História, Universidade Federal de São Paulo

DOI:

https://doi.org/10.5007/1984-9222.2014v6n11p57

Palavras-chave:

História social do campo, Repressão, Ribeirão Preto

Resumo

Enquanto a História Social do Campo no Brasil do período após a Segunda Guerra Mundial ainda permanece obscura, os movimentos sociais e sindicais do campo insistiram na inclusão da experiência camponesa no relatório a ser produzido pela Comissão Nacional da Verdade (CNV). Envolvidos em diversas investigações conduzidas pelas comissões estaduais e de âmbito nacional, historiadores vêm contribuindo para ajudar a entender o período de 1946 a 1988. Neste artigo, contribuímos com dados da repressão no período bem como uma narrativa analítica sobre as violações de direitos humanos geradas no campo no contexto do golpe no estado de São Paulo. Como exemplo, utilizamos os eventos ocorridos em março de 1964 em Ribeirão Preto, aplicando a diversidade de recursos disponibilizados pelo oficio do historiador e necessários a serem empregados para resgatar a história de grupos subalternos. Com ênfase na riqueza de uma abordagem detalhada, pretendemos demonstrar os desafios de produzir história no contexto da pressa das comissões de verdade de compor casos emblemáticos em um tempo curto.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

2014-08-14

Como Citar

WELCH, C. A. Camponeses, a Verdade e a História da Ditadura em São Paulo. Revista Mundos do Trabalho, Florianópolis, v. 6, n. 11, p. 57-78, 2014. DOI: 10.5007/1984-9222.2014v6n11p57. Disponível em: https://periodicos.ufsc.br/index.php/mundosdotrabalho/article/view/1984-9222.2014v6n11p57. Acesso em: 6 dez. 2021.