O desvendamento da trajetória individual e a construção das classes trabalhadoras em Lula e a política da astúcia, de John French

Autores

DOI:

https://doi.org/10.5007/1984-9222.2023.e97367

Palavras-chave:

Abordagem biográfica, trajetória, carisma, delegação, formação de classe

Resumo

Trata-se de uma análise crítica do livro "Lula e a política da astúcia; de metalúrgico a presidente do Brasil", de John French, onde se destaca a relevância da abordagem biográfica utilizada e como a análise das especificidades da trajetória de Lula, tendo como centro sua liderança sindical, é reveladora de sua imbricação com amplas estruturas sociais e processos históricos.

Biografia do Autor

José Sergio Leite Lopes, Universidade Federal do Rio de Janeiro

Antropólogo, Professor do Museu Nacional da Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ). Ex-diretor do Colégio Brasileiro de Altos Estudos da UFRJ - CBAE/UFRJ (2012-2019). Coordenador do Programa de Memória dos Movimentos Sociais - Memov CBAE/UFRJ e da Comissão Memória e Verdade da UFRJ. É autor dos livros “O Vapor do Diabo; o trabalho dos operários do Açúcar”, “A tecelagem dos conflitos de classe na cidade das chaminés”, um dos organizadores do livro “Movimentos cruzados e histórias específicas; estudo comparativo das práticas sindicais e de greves entre metalúrgicos e canavieiros” e co-dirigiu os documentários “Tecido Memória” (2008) e “Memórias Camponesas” (2022), assim como a série “Incontáveis” (2021).

Referências

ABRAMO, Laís. O resgate da dignidade. Greve metalúrgica e subjetividade operária. Campinas: Editora da Unicamp,1999.

CASCUDO, Luiz da Câmara. Contos tradicionais do Brasil. Rio de Janeiro: Edições de Ouro, 1967.

CASTRO, Conrado Pires. Luiz Pereira e suas circunstâncias; entrevista com José de Souza Martins. Tempo Social, v. 22 n. 1, p. 211-276, 2010.

CORRÊA, Larissa Rosa. Disseram que voltei americanizado: relações sindicais Brasil-Estados Unidos na ditadura militar. Campinas: Editora da Unicamp, 2017.

DAMATTA, Roberto. Pedro Malasartes e os paradoxos da malandragem. In: DAMATTA, Roberto. Carnavais, malandros e heróis; para uma sociologia do dilema brasileiro. Rio de Janeiro: Rocco, 1997 (1ª ed. Ed. Zahar, 1978), p. 249-301.

DURHAM, Eunice Ribeiro. A caminho da cidade: a vida rural e a migração para São Paulo. 3ª ed. São Paulo: Editora Perspectiva, 1984.

FORTES, Alexandre; NEGRO, Antonio; SILVA, Fernando Teixeira da; COSTA, Hélio da; FONTES, Paulo. Na luta por direitos. Estudos Recentes em História Social do Trabalho. Campinas: Editora da Unicamp, 1999.

FRENCH, John D. Lula e a política da astúcia; de metalúrgico a presidente do Brasil. Trad. Lia Machado Fortes. São Paulo: Expressão Popular/Fundação Perseu Abramo, 2022.

FRENCH, John D. Lula and his Politics of Cunning: From Metalworker to President of Brazil. Chapel Hill: University of North Carolina Press, 2020.

FRENCH, John D. História Social e estudo dos Grandes Homens? Social History and the Study of “Great Men”? The Hispanic American Historical Review, William Spence Robertson (1872-1956), and the Disciplinary Debate about Biography. Anuário Colombiano de História social y Cultural, v. 40, suplemento n. 1, p. 99-138, 2013.

FRENCH, John D. Como os não tão fracos prevalecem: a demanda no mercado de trabalho industrial e os contornos da militância na São Paulo de meados do século XX, São Paulo, Brasil. Cadernos AEL, Campinas, v. 18, n. 30, primeiro semestre de 2011.

FRENCH, John D. How the Not-So-Powerless Prevail: Industrial Labor Market Demand and the Contours of Militancy in Mid-Twentieth-Century, São Paulo, Brazil. Hispanic American Historical Review Hispanic, 90, 1, p. 109-142, 2010. Disponível em: https://doi.org/10.1215/00182168-2009-092.

FRENCH, John D. Drowning in Laws. Labor laws and Brazilian Political Culture. Chapel Hill: University of North Carolina Press, 2004.

FRENCH, John D. Afogados em leis: a CLT e a cultura política dos trabalhadores brasileiros. São Paulo: Editora Fundação Perseu Abramo, 2001.

FRENCH, John. O ABC dos trabalhadores; conflitos e alianças de classe em São Paulo, 1900-1950. São Paulo: Editora Hucitec/Prefeitura de São Caetano do Sul, 1997.

FRENCH, John D. The Brazilian workers' ABC. Class conflict and alliances in modern São Paulo, Chapel Hill: University of North Carolina Press, 1995.

GARCIA, Marco Aurélio. The Gender of Militancy: Notes on the Possibilities of a Different History of Political Action. In: DAVIDOFF, Leonore; McCLELLAND, Keith; VARIKAS, Eleni (ed.). Gender and History: Retrospect and Prospect. Oxford: Blackwell, 1999.

LEITE LOPES, J. S. A tecelagem dos conflitos de classe na cidade das chaminés. São Paulo/Brasília: Editora Marco Zero/Editora Universidade de Brasília/CNPq, 1988. Disponível em: https://memov.org/site/livros-e-textos/a-teceleagem-dos-conflitos-de-classe-na-cidade-das-chamines/

LEITE LOPES, J. S.; HEREDIA, Beatriz (org.). Movimentos cruzados, histórias específicas: estudo comparativo das práticas sindicais e de greves entre metalúrgicos e canavieiros. Rio de Janeiro: Editora UFRJ, 2019. Disponível em: https://memov.org/site/livros-e-textos/movimentos-cruzados-historias-especificas-estudo-comparativo-das-praticas-sindicais-e-de-greves-entre-metalurgicos-e-canavieiros.

LEITE LOPES, J. S., PESSANHA, Elina; RAMALHO, José Ricardo. Esboço de uma história social da primeira geração de sociólogos do trabalho e dos trabalhadores no Brasil. Educação e Sociedade, Campinas, v. 33, n. 118, p. 115-129, jan.-mar. 2012. Disponível em: https://doi.org/10.1590/S0101-73302012000100008.

LIMA, Maria do Socorro de Abreu e. Construindo o sindicalismo rural. Lutas, partidos, projetos. Recife: Editora Universitária da UFPE, 2012.

MARTINS, Heloísa H. T. Souza. O Estado e a burocratização do sindicato no Brasil. São Paulo: Hucitec, 1979.

NEGRO, Antonio Luigi. Linhas de montagem: o industrialismo nacional-desenvolvimentista e a sindicalização dos trabalhadores. São Paulo: Boitempo, 2004.

PALMEIRA, Moacir. Conflitos de classe sob regime autoritário. In: LEITE LOPES, J. S.; HEREDIA, Beatriz (org.). Movimentos cruzados, histórias específicas: estudo comparativo das práticas sindicais e de greves entre metalúrgicos e canavieiros. Rio de Janeiro: Editora UFRJ, 2019, p. 451-497. Disponível em: https://memov.org/site/livros-e-textos/movimentos-cruzados-historias-especificas-estudo-comparativo-das-praticas-sindicais-e-de-greves-entre-metalurgicos-e-canavieiros.

PARANÁ, Denise. Lula, o filho do Brasil. Ed. revista. São Paulo: Editora Fundação Perseu Abramo, 2002.

PEREIRA, Luiz. A escola numa área metropolitana: crise e racionalização de uma empresa pública de serviços. 1960. Reimpr. São Paulo: Pioneira, 1976.

PEREIRA, Luiz. O magistério primário numa sociedade de classes: estudo de uma ocupação em São Paulo. 1963. Reimpr. São Paulo: Livraria Pioneira Editora, 1969.

PEREIRA, Luiz. Trabalho e desenvolvimento no Brasil. São Paulo: Difusão Europeia do Livro, 1965.

PEREIRA NETO, Murilo Leal. As greves metalúrgicas de 1978 e 1979 em São Paulo, Osasco e Guarulhos no ciclo nacional. In: LEITE LOPES, J. S.; HEREDIA, Beatriz (org.). Movimentos cruzados, histórias específicas: estudo comparativo das práticas sindicais e de greves entre metalúrgicos e canavieiros. Rio de Janeiro: Editora UFRJ, 2019, p. 81-123. Disponível em: https://memov.org/site/livros-e-textos/movimentos-cruzados-historias-especificas-estudo-comparativo-das-praticas-sindicais-e-de-greves-entre-metalurgicos-e-canavieiros.

QUEIRÓZ, Marcos; ZAPPELINI, Thaís; BATISTA, Waleska. De metalúrgico a presidente: o Brasil visto a partir da biografia de Lula. Revista Brasileira de História. São Paulo, v. 42, n. 90, 2022. Disponível em: http://dx.doi.org/10.1590/1806-93472022v42n90-20.

RODRIGUES, José Albertino. Sindicato e desenvolvimento no Brasil. São Paulo: Editora Difusão Europeia do Livro, 1968.

SADER, Eder. Quando novos personagens entraram em cena; experiências e lutas dos trabalhadores da Grande São Paulo, 1970-1980. Rio de Janeiro: Paz e Terra, 1988.

SIGAUD, Lygia. A luta de classes em dois atos; notas sobre um ciclo de greves camponesas. In: LEITE LOPES, J. S.; HEREDIA, Beatriz (org.). Movimentos cruzados, histórias específicas: estudo comparativo das práticas sindicais e de greves entre metalúrgicos e canavieiros. Rio de Janeiro: Editora UFRJ, 2019, p. 499-538. Disponível em: https://memov.org/site/livros-e-textos/movimentos-cruzados-historias-especificas-estudo-comparativo-das-praticas-sindicais-e-de-greves-entre-metalurgicos-e-canavieiros.

SIMÃO, Azis. Sindicato e Estado; suas relações na formação do proletariado de São Paulo. São Paulo: Hucitec Editora, 2012 (1ª ed. São Paulo: Dominus Editora, 1966).

TOMIZAKI, Kimi. Ser metalúrgico no ABC. Transmissão e herança da cultura operária entre duas gerações de trabalhadores. Campinas: Unicamp/CMU-Publicações; Editora Arte Escrita, 2007.

TOMIZAKI, Kimi. Deux générations de syndicalistes au Brésil: pratiques quotidiennes et formation politique. Actes de la recherche en sciences sociales, n. 196-197, p. 102-113, 2013/1.

Downloads

Publicado

2023-12-19

Como Citar

LEITE LOPES, José Sergio. O desvendamento da trajetória individual e a construção das classes trabalhadoras em Lula e a política da astúcia, de John French. Revista Mundos do Trabalho, Florianópolis, v. 15, p. 1–17, 2023. DOI: 10.5007/1984-9222.2023.e97367. Disponível em: https://periodicos.ufsc.br/index.php/mundosdotrabalho/article/view/97367. Acesso em: 28 maio. 2024.

Edição

Seção

Biografia, Lula e a História Social do Trabalho: debates em torno de “Lula e a Política da Astúcia" de John French

Artigos Semelhantes

1 2 3 4 5 6 7 8 9 > >> 

Você também pode iniciar uma pesquisa avançada por similaridade para este artigo.