Paradigmas e adesões: temas para pensar a teoria e a prática em educação

Autores

  • Maria Célia Marcondes de Moraes UFSC - Florianopólis - SC

DOI:

https://doi.org/10.5007/%25x

Palavras-chave:

Paradigmas (Ciências Sociais), Universidade, Avaliação, Paradigms (Social Sciences), Universities, Evaluation

Resumo

Examino a questão dos paradigmas além do âmbito estritamente
epistemológico discutindo-a no interior do que chamo "espírito
de época". Compreendo que as atuais crises e mudanças
paradigmáticas apontam, ao contrário, para uma conversação filosófica mais profunda e alcançam as esferas culturais e sócio-políticas mais amplas. De fato, seu impacto é bem mais amplo do que o percebido pelo pequeno público especializado, acadêmico e ilustrado. Com isso em vista, teço algumas considerações sobre a universidade pública brasileira e, posteriormente, apresento algumas reflexões sobre a adesão paradigmática que norteou a recente avaliação
da pós-graduação brasileira pela CAPES.

Biografia do Autor

Maria Célia Marcondes de Moraes, UFSC - Florianopólis - SC

Graduada em Filosofia pela UFRJ (1973), com mestrado em Filosofia pela UFRJ (1979) e doutorado em Educação pela PUC/RJ (1990). Atualmente trabalha como professora e pesquisadora junto ao programa de pós-graduação da Universidade Federal de Santa Catarina.

Mais informações: http://lattes.cnpq.br/1712793486226976

Downloads

Publicado

1999-01-01