DaMatta e Ribeiro: Semelhanças e diferenças na tradução para o inglês de termos e expressões da subárea de antropologia nas obras Carnavais, Malandros e Heróis e o Povo Brasileiro

Talita Serpa, Diva Cardoso de Camargo

Resumo


Este estudo analisa o processo tradutório para o inglês de termos e expressões presentes em duas obras dos antropólogos Roberto DaMatta e Darcy Ribeiro e nas respectivas traduções. Para tanto, fundamentamo-nos nos Estudos da Tradução Baseados em Corpus (Baker, 1995, 1996, 2000; Camargo, 2007), na Linguística de Corpus (Berber Sardinha, 2004) e, em parte, na Terminologia (Barros, 2004). Notamos que os termos empregados não apresentam univocidade dentro da linguagem da Antropologia Brasileira. Os termos traduzidos também refletem variação cultural devido às opções adotadas pelos tradutores para as possibilidades da Língua Meta.


Palavras-chave


Estudos da Tradução Baseados em Corpus; Linguística de Corpus; Antropologia Brasileira

Texto completo:

PDF/A

Referências


BARROS, L. A. Curso básico de Terminologia. São Paulo: EDUSP, 2004.

BAKER, M. In other words: a coursebook on translation. Londres: Routledge, 1992.

______. Corpora in translation studies: an overview and some suggestions for future research. Target, Amsterdam, v. 7. n2. 1995, p. 223-243.

_____. Corpus-based translation studies: the challenges that lie ahead. In: SOMERS, H. (Ed). Terminology, LSP and translation studies in language engineering: in honour of Juan C. Sager.Amsterdam: John Benjamins. 1996, p. 177-186.

_____. Towards a Methodology for investigation the style of literary translation. Target, Amsterdã, V.12, n. 2. 2000, p.241-266.

BARFIELD, T. The Dictionary of Anthropology. Oxford: Blackwell Publishing Ltda., 1997.

BERBER SARDINHA, T. Lingüística de Corpus. Barueri, SP: Manole, 2004.

CAMARGO, D. C. de. Padrões de estilo de tradutores: um estudo de semelhanças e diferenças em corpora de traduções literárias, especializadas e juramentadas. 512 f. Tese (Livre-Docência em Tradução) - Instituto de Biociências, Letras e Ciências Exatas - Unesp, Universidade Estadual Paulista, São José do Rio Preto, 2005.

COELHO, O. Léxico, Ideologia e a Historiografia Linguística do Século das Identidades. Revista

Letras, n.61, p.153-166, Editora UFPR. Curitiba, 2003.

DAMATTA, R. Carnavais, Malandros e Heróis: para uma sociologia do dilema brasileiro. 6.ed. Rio de Janeiro: Rocco,1997.

_____. Carnivals, Rogues and heroes: an interpretation of the brazilian dilemma. 1. ed. Traduzido por John Drury. Notre Dame/London: Notre Dame Press, 1991.

RIBEIRO, D. O povo brasileiro: a formação e o sentido do Brasil. São Paulo: Companhia das Letras, 1995.

______. The Brazilian People: formation and meaning of Brazil, Translated by Gregory Rabassa.

Gainesville: University Press of Florida, 2000.

DICIONÁRIO DE CIÊNCIAS SOCIAIS. Rio de Janeiro: Editora Fundação Getúlio Vargas, 1986.

EVEN-ZOHAR,I. The position of translated literature within the literary polisystem. In: HOLMES, J.; LAMBERT, J.; VAN DEN BROECK, R. (Ed.). Literature and translation. Leuven. 1978, p. 83-100, [Versão revisada em VENUTI, L. (Ed.). The translation studies reader. London/New York: Routledge. 2000, p.198-211]

FAULSTICH, E. Duas questões em discussão: o que são brasileirismos nos dicionários de Língua

Portuguesa? Existem brasileirismo terminológicos? In: Jornada sobre “Variación Geolectal i Terminologia” Red Panlatina de Terminología Realiter/IULAterm/Institut Universitari de Linguística Aplicada. Barcelona, Espanha, 24 de novembro de 2004.

FERREIRA, A.B.H. Novo dicionário da língua portuguesa. 3.ed. Rio de Janeiro: Nova Fronteira,

HEIM, M. H.; TYMOWSKI, A.Guideliness for the Translation of Social Science Texts. Nova Iorque: American Council of Learned Societies, 2006.

KRIEGER, M. G.; FINATTO, M. J. B. 2004. Introdução à Terminologia: teoria e prática. São Paulo: Editora Contexto, 2004.

OXFORD ENGLISH DICTIONARY, Clarendon Press, 1961.

PATHAK, L.P. Sociological Concepts and Terminology. New Delhi: Anmol Publications PVT.Ltda., 1998.

SINCLAIR, J. M. Corpus, concordance, collocation. Oxford: Oxford, 1991.

TOURY, G. The nature and role of norms in literary translation. In: HOLMES, J.; LAMBERT, J.; VAN DEN BROECK, R. (Ed.). Literature and translation. Leuven, 1978, p117-127. [Versão revisada em VENUTI, L. (Ed.). The translation studies reader. London/New York: Routledge, 2000, p. 192- 198].

WINICK, C. Dictionary of Anthropology. London: Peter Owell, 1961.

WOERKENS, M. The Strangled Traveler: Colonial Imaginings and the Thugs of India. Translated by Catherine Tihanyi. Chicago: University Chicago Press,2002.




DOI: https://doi.org/10.5007/2175-7968.2015v35n2p236



Cadernos de Tradução, Florianópolis, Santa Catarina, Brasil. ISSN 2175-7968.