O estabelecimento de níveis de competência em tradução: primeiros resultados do projeto NACT

Autores

DOI:

https://doi.org/10.5007/2175-7968.2020v40n2p429

Palavras-chave:

Níveis de competência, Quadro europeu, Escalas de descritores, Competência tradutória, Aquisição da competência tradutória

Resumo

Este artigo tenciona apresentar o projeto de pesquisa realizado pelo grupo PACTE acerca da proposta de um Nivelamento de Competências na Aquisição da Competência Tradutória (tradução escrita). O objetivo do projeto é preparar uma proposta de descritores de nível, a qual se configura como um primeiro passo para desenvolver um Quadro Europeu Comum de Referência nos campos acadêmico e profissional da tradução. Trata-se de uma continuação da pesquisa experimental do PACTE sobre competência em tradução e aquisição de competências tradutórias. Representantes do mundo acadêmico e profissional da tradução participam do seu desenvolvimento que se estrutura em três fases. Na primeira fase, foi preparado um documento com uma proposta inicial de descritores de nível, que inclui uma escala de três níveis com subníveis e cinco categorias descritivas (competência linguística; competência cultural, enciclopédica e temática; competência instrumental; competência de prestação de serviços de tradução e competência de resolução de problemas de tradução). Esta proposta será avaliada por especialistas do mundo acadêmico e profissional. O presente trabalho apresenta o projeto e a primeira proposta de nivelamento elaborada.

Biografia do Autor

Amparo Hurtado Albir, Universidade Autônoma de Barcelona, Barcelona,

Amparo Hurtado Albir is a Spanish professor, translator and researcher. She has studied modern Philology at the University of Valencia. She is currently a professor of Traductology at the Autonomous University of Barcelona and is considered an essential reference for Translation Theory and for the academic formation of professionals of Language. Hurtado Albir is also the principal researcher in PACTE research group

Anabel Galán-Mañas, Universidade Autônoma de Barcelona, Barcelona,

Lecturer of general and specialized translation from English into Spanish, Departament de Traducció i d’Interpretació i d’Estudis de l’Àsia Oriental (Universitat Autònoma de Barcelona).

Annax Kuznik, Universidade de Wrocław, Wrocław,

Anna Kuznik currently works at the Instytut Filologii Romańskiej, University of Wroclaw. Anna does research in Translation Studies, Linguistics, Quantitative Social Research and Qualitative Social Research. Their current project is 'Defining translation. The presence and impact of intralingual and intersemiotic translation among translation services providers'.

Christian Olalla-Soler, Universidade Autônoma de Barcelona, Barcelona,

Postdoc researcher - Department of Interpreting and Translation, University of Bologna.

Patricia Rodríguez-Inés, Universidade Autônoma de Barcelona, Barcelona,

Dr. Patricia Rodríguez-Inés holds a PhD in Translation Studies, and is a Senior Lecturer at the Faculty of Translation and Interpreting of the Universitat Autònoma de Barcelona (UAB). Her research interests include translation teaching, the use of corpus methodology in Translation Studies, and empirical and experimental research in translation competence. She teaches general and specialised translation from English to Spanish and viceversa, translation technologies, and corpus linguistics applied to translation. She has been and currently is involved in several national and international research projects.

Lupe Romero, Universidade Autônoma de Barcelona, Barcelona,

Profesora ayudante de lengua italiana del Departament de Traducció i d’Interpretació. Del 2002 al 2006 fue becaria de investigación (FI) del grupo PACTE. Doctora en Teoría de la Traducción por la Universitat Autònoma de Barcelona. Del 2006 al 2008 fue responsable del equipo español UAB en un proyecto europeo (Learning Via Subtitling, nº 229954 - CP-1-2006-1- GR - LINGUA – L2PP). Sus intereses investigadores se centran en la traducción audiovisual, la adquisición de la competencia traductora, la didáctica del italiano para traductores y la aplicación de nuevas tecnologías y aplicaciones informáticas en la elaboración de material didáctico para la enseñanza de lenguas extranjeras.
Es traductora italiano - español.

Talita Serpa, Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho, São José do Rio Preto, São Paulo,

Possui graduação em Bacharelado em Letras com Habilitação em Tradução pela Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho (2009), graduação em Bacharelado em Ciências Sociais pela Universidade Federal de São Carlos (2004), mestrado em Estudos da Tradução pela Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho (2012) e doutorado em Estudos da Tradução pela Universidade Estadual Paulista ´ Júlio de Mesquita Filho´ IBILCE (2017). Atualmente é pós-doutoranda da Universidade Estadual Paulista ´ Júlio de Mesquita Filho´ IBILCE. Tem experiência na área de Lingüística, com ênfase em Tradução, atuando principalmente nos seguintes temas: lingüística de corpus, estudos da tradução baseados em corpus, tradução, ciências sociais e terminologia. 

Referências

Conselho da Europa (a). Quadro Europeu Comum de Referência para as Línguas (QECRL). Estrasburgo: Divisão de Política de Idiomas, 2001.

Conselho da Europa (b). Descritores Ilustrativos do QECR. Versão Estendida 2016 [versão piloto]. Estrasburgo: Divisão de Política de Idiomas, 2016.

Emt. Competências para tradutores profissionais, especialistas em comunicação multilíngue e multimídia, 2009. Disponível em: http://ec.europa.eu/dgs/ translation/programmes/emt/key_documents/emt_competences_translators_ en.pdf. Acesso em: julho 2017.

Hurtado Albir, Amparo (a). Traducción y Traductología. Introducción a la Traductología. 5. ed., Madrid: Cátedra, 2011.

Hurtado Albir, Amparo (Ed.) (b). Researching Translation Competence by PACTE Group. Amsterdam: John Benjamins Publishing Company, 2017.

Hurtado Albir, Amparo (c). “Translation and Translation Competence”. In: Amparo Hurtado Albir (Ed.). Investigating Translation Competence by PACTE Group. Amsterdam: John Benjamins Publishing Company, 2017, p. 3-35.

Inca. The INCA Project: Intercultural Competence Assessment, 2009. Disponível em: https://ec.europa.eu/migrant-integration/librarydoc/the-incaprojectintercultu ralcompetence-assessment. Acesso em: julho 2017.

Instituto Cervantes. Marco común europeo de referencia para las lenguas. Madrid: MECD. Anaya, 2002.

Koby, Geoffrey S.; Melby, Alan K. “Certification and Job Task Analysis (JTA): Establishing Validity of Translator Certification Examinations”. Translation & Interpreting. v. 5, núm. 1, (2013): 174-201.

Naati. Improvements to NAAT Testing (INT), 2016. Disponível em: https://www. naati.com.au/projects/improvements-to-naati-testing-int. Acesso em: julho 2017.

Pacte (a). “Acquiring Translation Competence: Hypotheses and Methodological Problems in a Research Project”. In: Beeby, A.; Ensinger, D.; Presas, M. (Eds.). Investigating Translation. Amsterdam: John Benjamins, 2002, p. 99-106.

Pacte (b). “Building a Translation Competence Model”. In: Alves, F. (Ed.). Triangulating Translation: Perspectives in Process Oriented Research. Amsterdam: John Benjamins, 2003, p. 43-66.

Pacte (c). “First Results of PACTE Group’s Experimental Research on Translation Competence Acquisition: The Acquisition of Declarative Knowledge of Translation”. MonTI: Monografías de Traducción e Interpretación. núm. esp. 1, (2014): 85-115.

Pacte (d). “Results of PACTE’s Experimental Research on the Acquisition of Translation Competence: The Acquisition of Declarative and Procedural Knowledge in Translation. The Dynamic Translation Index”. Translation Spaces. v. 4, núm. 1, (2015): 29-53.

Pacte (e). “Competence levels in translation: working towards a European framework”. The Interpreter and Translator Trainer. v. 12, núm. 2, (2018): 111-131.

Pacte (f). “Evolution of the Efficacy of the Translation Process in Translation Competence Acquisition”. Meta. v. 64, núm, 1, 2019.

PICT. Intercultural Competence. Curriculum Framework, 2012. Disponível em: http://www.pictllp.eu/en/curriculum-framework/curriculum-frameworkdocument. Acesso em: julho 2017.

Skills CFA. “Translation”. UK’s National Occupational Standards, 2007. Disponível em: www.skillscfa.org/standards-qualifications/languageintercultural. Acesso em: julho de 2017.

Yarosh, M (a). Translator Intercultural Competence: The Concept and Means to Measure the Competence Development. 2012. Tese de doutorado, Universidade de Deusto.

Yarosh, M (b). “Translator Intercultural Competence: A Model, Learning Objectives, and Level Indicators”. In: Cui, Y.; Zhao, W. (Eds.). Handbook of Research on Teaching Methods in Language Translation and Interpretation. Hershey: IGI Global, (2015): 160-178.

Downloads

Publicado

2020-05-19

Edição

Seção

Artigos traduzidos