Projeto educativo para competências em informação: bases teóricas para a pesquisa-ação em uma biblioteca multinível

Jobson Louis Santos de Almeida, Gustavo Henrique de Araújo Freire

Resumo


Do treinamento à educação de usuários, muito se têm feito para tornar a biblioteca um espaço de aprendizagem nas últimas décadas, mas faltam demonstrações teóricas na literatura científica para apresentar qual a relevância da gestão de projetos educativos aliada a uma filosofia organizacional aprendente para o desenvolvimento de competências em informação. O presente artigo é fruto de pesquisa realizada em nível de mestrado na biblioteca multinível de uma das unidades do Instituto Federal da Paraíba. Apresenta bases teóricas para compreensão do desenvolvimento de competências em informação como uma atividade baseada em projeto educativo e a importância da pesquisa-ação neste processo. A pesquisa que originou este trabalho é delineada como pesquisa-ação, de natureza qualitativa e de nível exploratório-descritivo. Conclui que a constituição do projeto educativo contribui no processo de transformação da biblioteca convencional em uma biblioteca aprendente e que a aplicação do projeto educativo, seu monitoramento e sua avaliação podem revelar as possibilidades e limitações do processo em relação ao regime de informação.


Palavras-chave


Competências em Informação; Projeto Educativo; Pesquisa-ação

Texto completo:

PDF/A

Referências


AMERICAN LIBRARY ASSOCIATION. Report of the Presidential Committee on information literacy: Final Report. [S. l.], 1989. Disponível em: < http://www.ala.org/acrl/publications/whitepapers/presidential>. Acesso em: ago. 2000.

ANGELONI, M.T (Coord.). Organizações do conhecimento: infra-estrutura, pessoas, tecnologia. São Paulo: Saraiva, 2002.

ANGROSINO, M. Etnografia e observação participante. Porto Alegre: Artmed, 2009.

BARBIER, R. A. Pesquisa-Ação. Brasília: Liber, 2007. Tradução de Lucie Didio.

BELLUZZO, Regina C. B; SANTOS, Camila A. dos; ALMEIDA JÚNIOR, Oswaldo F. de. A competência em informação e sua avaliação sob a ótica da mediação da informação: reflexões e aproximações teóricas. Inf. Inf., Londrina, v. 19, n. 2, p. 60-77, maio/ago. 2014. Disponível em: < https://www.marilia.unesp.br/#!/Home/Graduacao/PETBiblioteconomia/a-competencia-em-informacao.pdf>. Acesso em 08 ago. 2015.

BENINE, Fabiana; PINHEIRO, Renata James Diógenes. Cultura da organização: conceitos. In: BERAQUET, Vera Silva Marão; CIOL, Renata (orgs.). O profissional da informação na gestão: uma coletânea. Campinas: Akademika, 2010.

BRASIL. Lei nº 11.892 de 29 de dezembro de 2008. Institui a Rede Federal de Educação Profissional, Científica e Tecnológica, cria os Institutos Federais de Educação, Ciência e Tecnologia, e dá outras providências. Diário Oficial [da] República Federativa do Brasil, Brasília, DF, 30 dez. 2008. Disponível em: < http://pesquisa.in.gov.br/imprensa/jsp/visualiza/index.jsp?jornal=1&pagina=1&data=30/12/2008>. Acesso em 01 out. 2015.

BURKE, Melynda. Overcoming challenges of the technological age by teaching information literacy skills. Community & Junior College Libraries, v. 16, p. 247-254, 2010.

CASTELLS, Manuel. A Galáxia da Internet: reflexões sobre a internet, os negócios e a sociedade. Rio de Janeiro: Jorge Zahar, 2003.

CHIAVENATO, Idalberto. Gestão de pessoas: o novo papel dos recursos humanos nas organizações. Rio de Janeiro: Campos, 1999.

DERAKHSHAN, Maryam; SINGH, Diljit. Integration of information literacy into the curriculum: a meta-synthesis. Library Review, v. 60, n. 3, p. 218-229, 2011.

DUDZIAK, E. A. A information literacy e o papel educacional das bibliotecas. 2001. Dissertação (Mestrado) – ECA-USP. São Paulo, 2001.

DUDZIAK, E. A. Information literacy: princípios, filosofia e prática. Ci. Inf., Brasília/DF, v. 32, n. 1, jan./abr. 2003.

DUDZIAK, Elizabeth Adriana. Tendências inovadoras em bibliotecas universitárias: rumo à constituição de Learning Libraries. In: SEMINÁRIO NACIONAL DE BIBLIOTECAS UNIVERSITÁRIAS, 13., 2004, Natal. Anais... Natal: UFRN, 2004.

ENGEL, G. I. Pesquisa-Ação. Revista Educar, n. 16, p. 181-191, 2000.

FLEMING, H. (Ed.) User Education in Academic Libraries. London, The Library Association, 1990.

FREIRE, Gustavo Henrique de Araújo. O trabalho de informação na sociedade do aprendizado contínuo. Inf.&Soc.:Est., João Pessoa, v. 17, n. 3, p. 39-45, set./dez. 2007.

GARVIN, David A. Construindo a organização que aprende. In: Gestão do conhecimento.

Harvard Business Review. Rio de Janeiro: Campus, 2001.

GIL, Antônio Carlos. Como elaborar projetos de pesquisa. 5 ed. São Paulo: Atlas, 2010.

GONSALVES, E. P. Conversas sobre iniciação à pesquisa científica. Campinas: Alínea, 2007.

GRAY, D. E. Pesquisa no mundo real. Porto Alegre: Penso, 2012.

GUBA, E.G.; LINCOLN, Y.S. Effective evaluation. San Francisco: Jossey-Bass, 1981.

HOYER, Jennifer. Information is social: information literacy in context. Reference Services Review, v. 39, n. 1, p. 10-23, 2011.

JARVINEN, P. On Research Methods. Tampereen: Yliopistopaiano Oy. 2004. 203 p.

LE BOTERF, G. Desenvolvendo a competência dos profissionais. 3 ed. Porto Alegre: Artmed, 2003.

LIMA, João Alberto de Oliveira. Pesquisa-ação em Ciência da Informação. In: MUELLER, Suzana Pinheiro Machado. Métodos para a pesquisa em Ciência da Informação. Brasília: Thesaurus, 2007.

LÜDKE, M.; ANDRÉ, M.E.D.A. Pesquisa em educação: abordagens qualitativas. São

Paulo, EPU, 1986.

MAPONYA, Pearl M. Knowledge management practices in academic libraries: a case study of the University of Natal, Pietermaritzburg Libraries. 2004. Disponível em: < http://www.ukzn.ac.za/department/data/leap_scecsalpaper.pdf/>. Acesso em: 27 set. 2015.

McKAY, J.; MARSHALL, P. The Dual Imperatives of Action Research. Information Technology & People, v. 14, n. 1, p. 46-59, 2001. Disponível em: < http://www.emeraldinsight.com/doi/full/10.1108/09593840110384771>. Acesso em 10 jul. 2015.

MINAYO, Maria Cecília de Souza. O desafio do conhecimento. São Paulo: Hucitec, 2010.

MINAYO, Maria Cecília de Souza (Org.). Pesquisa social: teoria, método e

criatividade. 28. ed. Petrópolis: Vozes, 2009.

MOURA, M. C. C. de; BITENCOURT, C. C. A articulação entre estratégia e o desenvolvimento de competências gerenciais. RAE – eletrônica, v. 5, n. 1, Art. 3, jan./jun. 2006. Disponível em: . Acesso em: 01 ago. 2013.

NISEMBAUM, H. Gestão do conhecimento. In: BOOG, G. (Coord.) Manual de treinamento e desenvolvimento: um guia de operações. São Paulo: Makron Books, 2001.

PEREIRA, E. M. de A. Professor como pesquisador: o enfoque da pesquisa-ação na prática docente. In: SERALDI, C. M. G.; FIORENTINI, D.; PEREIRA, E. M. de A. (Org.). Cartografias do trabalho docente: professor(a)- pesquisador(a). Campinas: Mercado das Letras; ALB, 2009. p. 153 – 182.

PINTO, A. L.; GONZÁLEZ, J. A. M. O profissional bibliotecário como gestor de pessoas. In: BERAQUET, Vera Silva Marão; CIOL, Renata (orgs.). O profissional da informação na gestão: uma coletânea. Campinas: Akademika, 2010.

SCAPECHI, W. . Projetos educacionais em bibliotecas de instituições de ensino superior: relato de uma experiência.. In: II Seminário em Ciência da Informação, 2007, Londrina. Anais... Londrina: UEL, 2007.

SENGE, P. A quinta disciplina-caderno de campo: estratégias e ferramentas para construir uma organização que aprende. Rio de Janeiro: Qualitymark, 1997.

SERAFIM, Lucas Almeida. Competências em informação na educação superior: um estudo com os professores do curso de Agronomia do Campus UFC Cariri. Dissertação (Mestrado em Ciência da Informação) – Universidade Federal da Paraíba. João Pessoa, 2011.

SILVA, Anielson Barbosa da. Como os gerentes aprendem? São Paulo: Saraiva, 2009.

STEWART, Christopher. Measuring information literacy: beyond the case study. The Journal of Academic Librarianship, v. 37, n. 3, p. 270-272, maio 2011.

THIOLLENT, M. Metodologia da pesquisa-ação. 15ª. ed. São Paulo: Cortez, 2007.

TRIPP, David. Pesquisa-ação: uma introdução metodológica. Educação e Pesquisa, v. 31, n. 3, p. 443-366, 2005.

ZACCARO, Christiano Henrique. A arquitetura das organizações aprendentes. Taubaté: Cabral, 2003.




DOI: https://doi.org/10.5007/1518-2924.2018v23n51p123



Direitos autorais 2017 Jobson Louis Santos de Almeida, Gustavo Henrique de Araújo Freire

Enc. Bibli: R. Eletr. Bibliotecon. Ci. Inf., Florianópolis, Santa Catarina, Brasil. ISSN 1518-2924.

Conteúdos do periódico licenciados sob uma Licença Creative Commons 4.0 By  (mais informação)