Análise Altmétrica da Produção Científica das Revistas brasileiras em Ciência da Informação Qualis A1 (2011-2017) no Mendeley

Autores

DOI:

https://doi.org/10.5007/1518-2924.2019.e58658

Palavras-chave:

Altmetria, Periódicos Científicos, Atenção online, Mendeley

Resumo

Objetivo: Analisa a atenção online no Mendeley recebida pelas revistas brasileiras em Ciência da Informação Qualis A1 publicadas no período de 2011-2017. Método: De caráter quali-quantitativo e exploratório, utilizou a altmetria para análise dos dados. Resultado: A pesquisa mostrou que 71,0% das publicações foram marcadas no Mendeley por pelo menos um usuário: Transinformação (78,0%), Perspectivas em Ciência da Informação (71,0%) e Informação & Sociedade (67,0%). Em análise das marcações por perfil ocupacional dos usuários no Mendeley, destacam-se estudantes de mestrado (22,0%), doutorado (20,0%) e graduação (16,0%). Na sua maioria, os usuários que marcam itens são de nacionalidade brasileira (63,0%), mas há também marcadores do continente europeu: Portugal (10,0%) e Espanha (6,0%) e sul-americano: Colômbia (8,0%). Conclusões: Conclui que o Mendeley tem demonstrado ser uma importante mídia social para a altmetria e para a avaliação da atenção online de publicações científicas.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Vildeane da Rocha Borba, Universidade Federal de Pernambuco

Doutoranda do Programa de Pós-Graduação em Comunicação e Informação (PPGCOM) da Faculdade de Biblioteconomia e Comunicação (FABICO) da Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Professora do Departamento de Ciência da Informação da Universidade Federal de Pernambuco (DCI/UFPE).

Gonzalo Rubén Alvarez, Universidade Federal do Rio Grande do Sul

Doutorando do Programa de Pós-Graduação em Comunicação e Informação (PPGCOM) da Faculdade de Biblioteconomia e Comunicação (FABICO) da Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Professor do curso de Biblioteconomia EaD da Universidade de Caxias do Sul (UCS). Professor Substituto do curso de Biblioteconomia da FABICO/UFRGS.

Sônia Elisa Caregnato, Universidade Federal do Rio Grande do Sul

Doutora em Information Studies pela University of Sheffield, Inglaterra. Professora Associada do Departamento de Ciências da Informação da Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS).

Referências

ADIE, E. Taking the alternative mainstream. El profesional de la información, v. 23, n. 4., 2014. Disponível em: http://www.elprofesionaldelainformacion.com/contenidos/2014/jul/01.pdf. Acesso em: 30 jul. 2018.

ARAÚJO, R. F. de Mídias sociais e comunicação científica: análise altmétrica em artigos de periódicos da ciência da informação. Em Questão, Porto Alegre, v. 21, n. 1, p. 96-109, 2015b. Disponível em: http://seer.ufrgs.br/index.php/EmQuestao/article/view/47918. Acesso em: 30 jul. 2018.

ARAÚJO, R. F. de. Da altmetria à análise de citações: uma análise da revista Datagramazero. Pesquisa Brasileira em Ciência da Informação e Biblioteconomia, João Pessoa, v. 10, n. 1, 2015a. Disponível em: http://periodicos.ufpb.br/index.php/pbcib/article/view/23163. Acesso em: 30 jun. 2018.

BAR-ILAN, J. Astrophysics publications on arXiv, Scopus and Mendeley: a case study. Scientometrics, v. 100, p. 217–225, 2014.

BARROS, M. Altmetrics: métricas alternativas de impacto científico com base em redes sociais. Perspectivas em Ciência da Informação, v. 20, n. 2, p. 19-37, abr./jun. 2015.

BORNMANN, L. Alternative Metrics in Scientometrics: a Meta-Analysis of Research into Three Altmetrics. Scientometrics, v. 103, n. 3, p. 1123–1144, 2015.

CRONIN, B. Bibliometrics and beyond: some thoughts on web-based citation analysis. Journal of Information Science, v. 27, n. 1, p. 1-7, 2001.

HAUNSCHILD, R.; BORNMANN, L. Normalization of Mendeley reader counts for impact assessment. Journal of Informetrics, v. 10, p. 62–73, 2016.

HAUSTEIN, S. et al. Coverage and adoption of altmetrics sources in the bibliometric community. Scientometrics, New York, v. 101, n. 2, p. 1145-1163, 2014.

HAUSTEIN, S.; BOWMAN, T. D.; COSTAS, R. Interpreting “altmetrics”: viewing actson social media through the lens of citation and social theories. In: SUGIMOTO, C. R. (Ed.). Theories of informetrics and scholarly communication. Frankfurt: De Gruyter, 2016.

HEFCE - Higher Education Funding Council for England. Decisions on assessing research impact. 2011. Disponível em: http://www.ref.ac.uk/media/ref/content/pub/decisionsonassessingresearchimpact/01_11.pdf. Acesso em: 15 fev. 2018.

HOLMBERG, K.; VAINIO, J. Why do some research articles receive more online attention and higher altmetrics? Reasons for online success according to the authors. Scientometrics, New York, v. 116, p. 435–447, 2018.

KEMP, S. Digital in 2017 Global Overview: a collection of internet, social media, and mobile data from around the world. London: we are social, 2018. Disponível em: https://wearesocial.com/special-reports/digital-in-2017-global-overview. Acesso em: 15 jan. 2018.

LI, X.; THELWALL, M. F1000, Mendeley and traditional bibliometric indicators. In: INTERNATIONAL CONFERENCE ON SCIENCE AND TECHNOLOGY INDICATORS, 17., 2012, Montreal. Proceedings… Montreal: Science‐Metrix and OST, 2012. p. 541-551. Disponível em: http://citeseerx.ist.psu.edu/viewdoc/summary?doi=10.1.1.363.3171. Acesso em: 30 jul. 2018.

LI, X.; THELWALL, M.; GIUSTINI, D. Validating Online Reference Managers for Scholarly Impact Measurement. Scientometrics, New York, v. 91, n. 2, p. 461–471, 2012.

LIU, Y. et al. Multi-views on Nature Index of Chinese academic institutions. Scientometrics, New York, v. 114, p. 823–837, 2018.

LOACH, T.; ADAMS, J. Altmetric ‘mentions’ and the identification of research impact. Nesta Working Paper, n. 3, 2015. Disponível em: http://t.co/obZ15wL8TY. Acesso em: 30 jul. 2018.

MAFLAHI, N.; THELWALL, M. When are Readership Counts as Useful as Citation Counts? Scopus versus Mendeley for LIS Journals. Journal of the Association for Information Science and Technology, v. 67, n. 1, p. 191–199, 2015.

MELERO, R. Altmetrics: a complement to conventional metrics. Biochemia Medica, v. 25, n. 2, p. 152-160, 2015.

MESCHEDE, C.; SIEBENLIST, T. Cross-metric compatability and inconsistencies of altmetrics. Scientometrics, New York, v. 115, p. 283–297, 2018.

MOHAMMADI, E.; THELWALL, M.; KOUSHA, K. Can Mendeley bookmarks reflect readership? A survey of user motivations. Journal of the Association for Information Science and Technology, v. 67, n. 5, p. 1198-1209, 2016.

NAUDÉ, F. Comparing downloads, Mendeley readership and Google Scholar citations as indicators of article performance. EJISDC, v. 78, n. 4, p. 1-25, 2017.

PIWOWAR, H. Introduction altmetrics: what, why and where? Bulletin of the American Society for Information Science and Technology, v. 39, n. 4, p. 8-9, 2013.

POOLADIAN, A.; BORREGO, A. A longitudinal study of the bookmarking of library and information science literature in Mendeley. Journal of Informetrics, v. 10, n. 4, p. 1135–1142, 2016.

PRIEM, J. et al. Altmetrics: a manifesto. 2010. Disponível em: http://altmetrics.org/manifesto/. Acesso em: 13 nov. 2016.

ROUSSEAU, R.; YE, F. Y. A multi-metric approach for research evaluation. Chinese Science Bulletin, v. 58, n. 26, p. 3288-3290, 2013.

SOUZA, I. V. P. de; ALMEIDA, C. H. M. de. Introdução à altmetria: métricas alternativas de comunicação científica. In: ENCONTRO NACIONAL DE PESQUISA EM CIÊNCIA DA INFORMAÇÃO, 14., 2013, Florianópolis. Anais… Florianópolis: ANCIB, 2013. Disponível em: http://enancib2013.ufsc.br/index.php/enancib2013/XIVenancib/paper/viewFile/252/289. Acesso em: 30 jul. 2018.

SUGIMOTO, C. R. et al. Scholarly use of social media and altmetrics: a review of the literature. Journal of the Association for Information Science and Technology, v. 68, n. 9, p. 2037-2062, 2017.

TAYLOR, M. Exploring the boundaries: How altmetrics can expand our vision of scholarly communication and social impact. Information Standards Quarterly, v. 25, n. 2, p. 27–32, 2013.

THELWALL, M. Introduction to Webometrics: Quantitative Web Research for the Social Sciences. San Rafael, CA: Morgan & Claypool, 2009.

THELWALL, M. Why do papers have many Mendeley readers but few Scopus-indexed citations and vice versa?. Journal of Librarianship and Information Science, v. 49, n. 2, p. 144–151, 2017.

THELWALL, M.; SUD, P. Mendeley Readership Counts: An Investigation of Temporal and Disciplinary Differences. Journal of the Association for Information Science and Technology, v. 67, n. 12, p. 3036-3050, 2015.

THELWALL, M.; MAFLAHI, N. Are Scholarly Articles Disproportionately Read in their Own Country? An Analysis of Mendeley Readers. Journal of the Association for Information Science and Technology, v. 66, n. 6, p. 1124-1135, 2014.

ZAHEDI, Z.; COSTAS, R.; WOUTERS, P. How Well Developed are Altmetrics? A Cross-Disciplinary Analysis of the Presence of “Alternative Metrics” in Scientific Publications. Scientometrics, New York, v. 101, n. 2, p. 1491–1513, 2014.

Publicado

2019-05-06

Como Citar

BORBA, Vildeane da Rocha; ALVAREZ, Gonzalo Rubén; CAREGNATO, Sônia Elisa. Análise Altmétrica da Produção Científica das Revistas brasileiras em Ciência da Informação Qualis A1 (2011-2017) no Mendeley. Encontros Bibli: revista eletrônica de biblioteconomia e ciência da informação, [S. l.], v. 24, n. 55, p. 1–20, 2019. DOI: 10.5007/1518-2924.2019.e58658. Disponível em: https://periodicos.ufsc.br/index.php/eb/article/view/1518-2924.2019.e58658. Acesso em: 30 maio. 2024.

Edição

Seção

Artigos

Artigos Semelhantes

1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 > >> 

Você também pode iniciar uma pesquisa avançada por similaridade para este artigo.

Artigos mais lidos pelo mesmo(s) autor(es)