Indicadores de produção da economia política da informação na ciência da informação brasileira: análise bibliométrica em bases de artigos científicos

Autores

DOI:

https://doi.org/10.5007/1518-2924.2021.78810

Palavras-chave:

Economia Política da Informação, Ciência da Informação, Indicadores de Produção, Bibliometria, Lei de Bradford

Resumo

Objetivo: apresenta indicadores de produção científica brasileira em Economia Política da Informação (EPI) na área de Ciência da Informação (CI). Destaca os canais de comunicação científica, autores mais produtivos, palavras-chave e autores mais referenciados por eles.

Método: realiza análise bibliométrica com dados levantados na Base de Dados Referenciais de Artigos de Periódicos em Ciência da Informação (Brapci) e no Repertório da Produção Periódica Brasileira de Ciência da Informação (RPPBCI), por meio do descritor de busca “economia política” e recorte temporal entre 1972 e 2018. Extrai e organiza os metadados das publicações em planilhas eletrônicas e matriz para análise. Apresenta os resultados em ilustrações de grafo, gráfico treemap e tabela.

Resultado: constata, com fundamento na Lei de Bradford que categoriza a produtividade dos periódicos em três zonas segundo o critério de quantidade de publicações, que o periódico científico “Liinc em Revista” se encontra na zona de maior produtividade. Observa que metade dos autores mais produtivos teve a si mesmo como o mais referenciado.

Conclusões: conclui que os indicadores de produção ainda são incipientes, assim como as bases teóricas consensuais e problemas abordados nas pesquisas em Ciência da Informação. Ressalta, entretanto, o reconhecimento de pesquisadores atuantes e termos relacionados como pertinentes ao conhecimento de uma subárea cujo lugar segue em construção neste campo científico. É importante destacar o periódico Revista Eletrônica Internacional de Economia Política da Informação, da Comunicação e da Cultura, ainda que não indexada nas bases estudadas.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Edvaldo Carvalho Alves, Universidade Federal da Paraíba

Doutor em Ciências Sociais pela Universidade Federal de São Carlos

Universidade Federal da Paraíba, Professor Associado do Departamento de Ciência da Informação e do Programa de Pós-Graduação em Ciência da Informação, João Pessoa, Brasil

Leilah Santiago Bufrem, Universidade Federal de Pernambuco

Doutora em Ciências da Comunicação pela Universidade de São Paulo.
Universidade Federal do Paraná, Professora Titular aposentada do Departamento de Gestão da Informação, Curitiba, Brasil.
Universidade Federal de Pernambuco, Professora Permanente na qualidade de Professora Visitante Sênior no Programa de Pós-Graduação em Ciência da Informação, Recife, Brasil
Universidade Federal da Paraíba, Professora Visitante A no Programa de Pós-graduação em Ciência da Informação, João Pessoa, Brasil.

Referências

ALMEIDA, J. F. V. R. de; DIAS, G. A. Estado da arte sobre análise de domínio no campo da Ciência da Informação brasileira. Brazilian Journal of Information Science: Research Trends, Marília, v. 13, n. 3, p. 26-45, 2019. Disponível em: http://www2.marilia.unesp.br/revistas/index.php/bjis/article/view/8610/5890. Acesso em: 21 fev. 2020.

ARAÚJO, C. A. Á. Fundamentos da Ciência da Informação: correntes teóricas e o conceito de informação. Perspectivas em Gestão & Conhecimento, João Pessoa, v. 4, n. 1, p. 57-79, jan./ jun. 2014. Disponível em: http://periodicos.ufpb.br/index.php/pgc/article/view/19120/10827. Acesso em: 21 fev. 2020.

BOLAÑO, C. R. S. Organização em rede, capital e a regulação mercantil do elo social: para a crítica da economia política da internet e da indústria cultural. Liinc em Revista, Rio de Janeiro, v. 12, n. 1, p. 6-16, maio 2016. Disponível em: http://revista.ibict.br/liinc/article/view/3711/3131. Acesso em: 10 dez. 2020.

BOLAÑO, C. R. S.; CABRAL FILHO, A. V. O Brasil e o movimento social global: uma análise dos eventos de junho de 2013 em perspectiva histórica. Liinc em Revista, Rio de Janeiro, v. 10, n. 1, p. 10-21, maio 2014. Disponível em: http://revista.ibict.br/liinc/article/view/3518/3029. Acesso em: 10 dez. 2020.

BOLAÑO, C. R. S.; KOBASHI, N.; SANTOS, R. N. M. A lógica econômica da edição científica certificada. Encontros Bibli: Revista Eletrônica de Biblioteconomia e Ciência da Informação, Florianópolis, p. 119-131, 1. sem. 2006. Número Especial. Disponível em: https://periodicos.ufsc.br/index.php/eb/article/view/1518-2924.2006v11nesp1p119/397. Acesso em: 10 dez. 2020.

BOLAÑO, C. R. S.; MATTOS, F. A. M. Conhecimento e informação na atual reestruturação produtiva: para uma crítica das teorias da gestão do conhecimento. DataGramaZero – Revista de Ciência da Informação, [s. l.], v. 5, n. 3, 2004. Disponível em: http://hdl.handle.net/20.500.11959/BRAPCI/5583. Acesso em: 1 fev. 2020.

BORGATTI, S. P.; EVERETT, M. G.; FREEMAN, L. C. UCINET for windows: software for social network analysis. Harvard: Analytic Technologies, 2002.

BRADFORD, S. C. Documentation. London: Crosby Lockwood, 1948.

BRAGA, R. G. Z.; SCHNEIDER, M. Parabolicamará: redundância e inovação na infomaré televisiva da Tropicália. Em Questão, Porto Alegre, v. 24, n. 3, p. 316-333, 2018. Disponível em: https://seer.ufrgs.br/EmQuestao/article/view/76615/48907. Acesso em: 10 dez. 2020.

DANTAS, M. Dialética da informação: uma leitura epistemológica no pensamento de Vieira Pinto e Anthony Wilden. Liinc em Revista, Rio de Janeiro, v. 11, n. 2, p. 491-505, 2015. Disponível em: http://revista.ibict.br/liinc/article/view/3601/3079. Acesso em: 10 dez. 2020.

DANTAS, M. Dialética da informação: uma leitura epistemológica no pensamento de Vieira Pinto e Anthony Wilden (II): o renascer epistemológico da informação. Liinc em Revista, Rio de Janeiro, v. 12, n. 1, p. 149-165, maio 2016. Disponível em: http://revista.ibict.br/liinc/article/view/3713/3133. Acesso em: 10 dez. 2020.

DANTAS, M. Economia política da informação. In: SOCIEDADE BRASILEIRA DE ESTUDOS INTERDISCIPLINARES DA COMUNICAÇÃO. Enciclopédia intercom de comunicação. São Paulo: Sociedade Brasileira de Estudos Interdisciplinares da Comunicação, 2010. p. 436-437. (Conceitos, v. 1).

DANTAS, M. Economia política da informação e comunicação em tempos de internet: revisitando a teoria do valor nas redes e no espetáculo. Liinc em Revista, Rio de Janeiro, v. 8, n. 1, p. 283-307, mar. 2012. Disponível em: http://revista.ibict.br/liinc/article/view/3356/2963. Acesso em: 26 fev. 2020.

FIGUEIRA, M.; SCHNEIDER, M. Ciência da Informação, marxismo e população em situação de rua. In: ENCONTRO NACIONAL DE PESQUISA EM CIÊNCIA DA INFORMAÇÃO, 19., 2018, Londrina. Anais [...]. Londrina: UEL, 2018. Disponível em: http://enancib.marilia.unesp.br/index.php/XIX_ENANCIB/xixenancib/paper/view/1318/1642. Acesso em: 7 dez. 2020.

FREITAS, J. L.; BUFREM, L. S.; SANTOS, R. N. M. Autocitação de periódicos: uma análise de estudos métricos em informação na base Scopus. In: ENCONTRO NACIONAL DE PESQUISA EM CIÊNCIA DA INFORMAÇÃO, 17., 2016, Salvador. Anais [...]. Salvador: UFBA, 2016. Disponível em: http://repositorios.questoesemrede.uff.br/repositorios/bitstream/handle/123456789/3540/2016_GT7-CO_11.pdf?sequence=1. Acesso em: 14 dez. 2020.

GARCÍA GUTIÉRREZ, A. Aplicación de la desclasificación a la organización de la exomemoria digital. In.: GARCÍA GUTIÉRREZ, A. Epistemología de la documentación. Barcelona: Stonberg Editorial, 2011. p. 288-306. Disponível em: https://idus.us.es/xmlui/bitstream/handle/11441/47239/Epistemolog%C3%ADa%20de%20la%20documentaci%C3%B3n.pdf?sequence=1. Acesso em: 21 fev. 2020.

GLÄNZEL, W. Bibliometrics as a research field: a course on theory and application of bibliometric indicators. Bélgica, 2003. E-book.

GRÁCIO, M. C. C. Análises relacionais de citação para a identificação de domínios científicos: uma aplicação no campo dos Estudos Métricos da Informação no Brasil. São Paulo: Cultura Acadêmica, 2020.

GUEDES, V. L. S; BORSCHIVER, S. Bibliometria: uma ferramenta estatística para a gestão da informação e do conhecimento, em sistemas de informação, de comunicação e de avaliação científica e tecnológica. In: ENCONTRO NACIONAL DE CIÊNCIA DA INFORMAÇÃO, 6., 2005, Salvador. Anais [...]. Salvador: UFBA, 2005. Disponível em: http://www.cinform-anteriores.ufba.br/vi_anais/docs/VaniaLSGuedes.pdf. Acesso em: 14 dez. 2020.

HJØRLAND, B.; ALBRECHTSEN, H. Toward a new horizon in information science: domain analysis. Journal of the American Society for Information Science, New York, v. 46, n. 6, p. 400-425, 1995.

LOPES, R. S. Economia política da comunicação e cultura: aportes para a formação de um campo disciplinar. PragMATIZES: Revista Latino Americana de Estudos em Cultura, Rio de Janeiro, ano 6, n. 10, p. 10-19, out. 2015/ mar. 2016. Disponível em: http://periodicos.uff.br/pragmatizes/article/view/10421/7260. Acesso em: 21 fev. 2020.

MARQUES, R. M. Produção de valor nas redes sociais: Marx e o debate contemporâneo. In: ENCONTRO NACIONAL DE PESQUISA EM CIÊNCIA DA INFORMAÇÃO, 18., 2017, Marília. Anais [...]. Marília: UNESP, 2017. Disponível em: http://enancib.marilia.unesp.br/index.php/XVIII_ENANCIB/ENANCIB/paper/viewFile/627/528. Acesso em: 2 fev. 2020.

MARQUES, R. M.; PINHEIRO, M. M. K. As patentes e o regime de informação global emergente. Informação & Informação, Londrina, v. 23, n. 1, p. 371-397, jan./abr. 2018. Disponível em: http://www.uel.br/revistas/uel/index.php/informacao/article/view/26515/23251. Acesso em: 10 dez. 2020.

MELO, J. M. de. Os caminhos cruzados da comunicação: política, economia e cultura. São Paulo: Paulus, 2010. (Coleção Comunicação)

MORAIS, K.; JAMBEIRO, O. Por uma economia política do audiovisual no capitalismo global. Revista Eptic, São Cristóvão, v. 22, n. 3, p. 185-204, set./dez. 2020. Disponível em: https://seer.ufs.br/index.php/eptic/article/view/13917. Acesso em: 12 dez. 2020.

OLIVEIRA, E. C. et al. Meta-model of information visualization based on Treemap. Universal Access in the Information Society, [s. l.], v. 16, n. 4, p. 903-912, 2017. Disponível em: https://link.springer.com/article/10.1007/s10209-016-0477-9. Acesso em: 12 dez. 2020.

OLIVEIRA, E. F. T. Estudos métricos da informação no Brasil: indicadores de produção, colaboração, impacto e visibilidade. Marília: Oficina Universitária; São Paulo: Cultura Acadêmica, 2018.

PINHEIRO, L. V. R. Lei de Bradford: uma reformulação conceitual. Ciência da Informação, Brasília, v. 12, n. 2, p. 59-80, 1983. Disponível em: http://revista.ibict.br/ciinf/article/view/185/185. Acesso em: 12 dez. 2020.

SANTOS, A. D. G. [Entrevista cedida a] Paulo Victor Melo. Eptic: rede de economia política da informação, comunicação e cultura, Maceió, dez. 2018. Disponível em: http://eptic.com.br/entrevista-com-anderson-santos-presidente-da-ulepicc-brasil/. Acesso em: 13 dez. 2020.

SANTOS, A. D. G. Não criemos na EPC uma dicotomia entre pesquisas empíricas e teóricas. Eptic: rede de economia política da informação, comunicação e cultura. Maceió, 1 junho 2020. Disponível em: https://eptic.com.br/nao-criemos-na-epc-uma-dicotomia-entre-pesquisas-empiricas-e-teoricas/. Acesso em: 13 dez. 2020.

STUMPF, I. R. C.; SOUZA BRANCO, Z. de. Análise de citações dos artigos da Intercom - Revista Brasileira de Ciências da Comunicação (1985- 2008). Informação & Informação, Londrina, v. 15, p. 94-110, 2010. Número Especial. Disponível em: http://www.uel.br/revistas/uel/index.php/informacao/article/view/5597/6769. Acesso em: 10 dez. 2020.

Publicado

2021-10-08

Como Citar

CÂMARA, Rafael Silva da; ALVES, Edvaldo Carvalho; BUFREM, Leilah Santiago. Indicadores de produção da economia política da informação na ciência da informação brasileira: análise bibliométrica em bases de artigos científicos. Encontros Bibli: revista eletrônica de biblioteconomia e ciência da informação, [S. l.], v. 26, n. Especial, p. 1–16, 2021. DOI: 10.5007/1518-2924.2021.78810. Disponível em: https://periodicos.ufsc.br/index.php/eb/article/view/78810. Acesso em: 21 jul. 2024.

Artigos Semelhantes

<< < 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12 > >> 

Você também pode iniciar uma pesquisa avançada por similaridade para este artigo.

Artigos mais lidos pelo mesmo(s) autor(es)

1 2 > >>