Os movimentos populares e o fetiche da participação no governo Lula

Autores

  • Cibele Maria Lima Rodrigues Fundação Joaquim Nabuco/MEC

DOI:

https://doi.org/10.5007/1984-9222.2012v4n7p178

Resumo

O Conselho Nacional das Cidades (Brasil) é composto por representantes dos governos,de ong’s, de organizações empresariais, entidades acadêmicas e movimentos populares nacionais (envolvidos na luta por moradia). No processo de representação, os agentes que atuam no Conselho têm modificado suas identidades e discursos (Laclau e Mouffe). Os movimentos se articulam em uma rede com Ong´s e entidades acadêmicas, mantendo a hegemonia dentro do Conselho, e conseguindo mudanças em termos de recursos, legislação e reconhecimento da legitimidade das demandas populares. Porém, as decisões governamentais podem ignorar as decisões do Conselho, porque há relações de poder e hegemonia fazendo com que essa participação se torne um fetiche (Gramsci).

Biografia do Autor

Cibele Maria Lima Rodrigues, Fundação Joaquim Nabuco/MEC

Diretoria de Pesquisas Sociais/Coordenação de Estudos Educacionais Áreas de atuação: políticas educacionais; movimentos sociais

Downloads

Publicado

2012-09-03

Como Citar

RODRIGUES, Cibele Maria Lima. Os movimentos populares e o fetiche da participação no governo Lula. Revista Mundos do Trabalho, Florianópolis, v. 4, n. 7, p. 178–197, 2012. DOI: 10.5007/1984-9222.2012v4n7p178. Disponível em: https://periodicos.ufsc.br/index.php/mundosdotrabalho/article/view/1984-9222.2012v4n7p178. Acesso em: 25 jun. 2024.