Caboclos, extrativistas e operários: a formação da mão-de-obra industrial na Amazônia nos anos 1940

Autores

  • Adalberto Paz Unicamp

DOI:

https://doi.org/10.5007/1984-9222.2013v5n9p171

Resumo

Este artigo pretende analisar o contexto de formação de uma classe operária industrial na década de 1940 no extremo norte amazônico, atual estado do Amapá, a partir das noções de trabalho, cidadania e sociedade estabelecidos durante o Estado Novo. Partindo dessa realidade específica, pretende-se demonstrar como uma população ainda fora dos ditames de produtividade e regularidade capitalistas foi integrada a tais exigências, associadas aos objetivos de desenvolvimento propostos como alternativa ao que era considerada uma região atrasada, econômica e culturalmente, em relação aos grandes centros do país.

Biografia do Autor

Adalberto Paz, Unicamp

Doutorando em História Social - Unicamp

Downloads

Publicado

2013-09-02

Como Citar

PAZ, Adalberto. Caboclos, extrativistas e operários: a formação da mão-de-obra industrial na Amazônia nos anos 1940. Revista Mundos do Trabalho, Florianópolis, v. 5, n. 9, p. 171–187, 2013. DOI: 10.5007/1984-9222.2013v5n9p171. Disponível em: https://periodicos.ufsc.br/index.php/mundosdotrabalho/article/view/1984-9222.2013v5n9p171. Acesso em: 23 jun. 2024.