Piratas, anamitas e traficâncias: um estudo sobre o engajamento de trabalhadores na Macau oitocentista

Autores

DOI:

https://doi.org/10.5007/1984-9222.2023.e92374

Palavras-chave:

trabalho sob contrato, Império português, Macau

Resumo

No terceiro quartel do século XIX, Macau, enclave português em território chinês, constituiu-se em importante porto de saída de trabalhadores sob contrato. Documentos oficiais testemunham a preocupação da metrópole portuguesa com o crescente fluxo de chineses, os tipos de contrato, o recrutamento, as condições de transporte e dos barracões onde aguardavam o embarque, além da repercussão externa envolvendo ingleses, franceses e chineses. Este artigo estuda a emigração forçada de um grupo de anamitas raptados no mar por piratas chineses e depois vendidos como emigrantes aos agentes de emigração em Macau. Um estudo de caso revelador de algumas das minúcias da rede de negócios capilarizada com objetivo de recrutar indivíduos e transformá-los em trabalhadores sob contrato para suprir a demanda mundial por mão de obra barata e disciplinada.

Biografia do Autor

Paulo Cesar Gonçalves, Unesp - Universidade Estadual Paulista "Júlio de Mesquita Filho"

Doutor em História Econômica pela Universidade de São Paulo (USP) e professor Livre-Docente em História Contemporânea pela Universidade Estadual Paulista (Unesp). Realizou estágio de Pós-Doutorado junto à Cátedra Jaime Cortesão (USP). É professor do Departamento de História e do Programa de Pós-Graduação da Faculdade de Ciências, Humanidades e Letras – Campus de Assis (Unesp), Bolsista de Produtividade em Pesquisa do Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq) – nível 2, pesquisador colaborador da Cátedra Jaime Cortesão (USP) e do Centro de Pesquisa Transdisciplinar “Cultura, Espaço e Memória” (CITCEM – Universidade do Porto). Suas investigações centram-se na relação entre os movimentos migratórios transoceânicos e os “mundos do trabalho” na segunda metade do século XIX.

Referências

ANDERSON, Clare. Convicts and Coolies: Rethinking indentured labour in the Nineteenth Century. Slavery & Abolition, v. 30, n. 1. p. 93-109, 2009.

BREMAN, Jan; DANIEL, E. Valentine. Conclusion: the making of a coolie. The Journal of Peasant Studies, v. 19, n. 3-4, p. 268-295, 1992.

BURBANK, Jane; COOPER, Frederick. Impérios: uma nova visão da História Universal. São Paulo: Planeta, 2019.

FERRO, Marc. História das colonizações: das conquistas às independências, séculos XIII a XX. São Paulo: Companhia das Letras, 1996.

FOURNIAU, Charles; THAO, Trinh Van; LE FAILLER, Philippe; MANCINI, Jean-Marie; RAFFI, Gilles; GANTÈS DE, Gilles (ed.). Le contact franco-vietnamien: Le premier demi-siècle (1858-1911). Aix-en-Provence: Presses Universitaires de Provence, 1999.

GONÇALVES, Paulo Cesar. Os limites do contrato: o engajamento de trabalhadores na periferia do capitalismo (séculos XIX-XX). Revista Latinoamericana de Trabajo y Trabajadores, n. 3, p. 19-54, 2021.

LIMA, Henrique Espada. Sob o domínio da precariedade: escravidão e os significados da liberdade de trabalho no século XIX. Topoi, v. 6, n. 11, p. 289-326, 2005.

LINDEN, Marcel van der. Trabalhadores do mundo: ensaios para uma história global do trabalho. Campinas/SP: Editora da Unicamp, 2013.

MEAGHER, Arnold J. The coolie trade: the traffic in Chinese laborers to Latin America, 1847-1874. Bloomington: Xlibris, 2008.

NORTHRUP, David. Indentured labor in the age of imperialism, 1834-1922. Nova York: Cambridge University Press, 1995.

ROSSUM, Mathias van. Coolie transformations – uncovering the changing meaning and labour relations of coolie labour in the Dutch Empire (18th and 19th Century). In: DAMIR-GEILSDORF, Sabine; LINDNER, Ulrike; MÜLLER, Gesine; TAPPE, Oliver; ZEUSKE, Michael (ed.). Bonded labour: global and comparative perspectives (18th–21st century). Bielefeld: Transcript Verlag, 2016, p. 83-102.

STANZIANI, Alessandro. Bondage: Labor and rights in Eurasia from the Sixteenth to the early Twentieth Centuries. Nova York; Londres: Berghahn Books, 2014.

TAPPE, Oliver; LINDNER, Ulrike. Introduction: Global variants of bonded labour. In: DAMIR-GEILSDORF, Sabine; LINDNER, Ulrike; MÜLLER, Gesine; TAPPE, Oliver; ZEUSKE, Michael (ed.). Bonded labour: global and comparative perspectives (18th–21st century). Bielefeld: Transcript Verlag, 2016, p. 9-34

VISENTINI, Paulo Fagundes. A Revolução Vietnamita: da libertação nacional ao socialismo. São Paulo: Editora Unesp, 2008.

ZEUSKE, Michael. Esclavitud. Una Historia de la humanidad. Pamplona: Katakrak Luburuak, 2018.

Downloads

Publicado

2023-05-26

Como Citar

GONÇALVES, Paulo Cesar. Piratas, anamitas e traficâncias: um estudo sobre o engajamento de trabalhadores na Macau oitocentista. Revista Mundos do Trabalho, Florianópolis, v. 15, p. 1–22, 2023. DOI: 10.5007/1984-9222.2023.e92374. Disponível em: https://periodicos.ufsc.br/index.php/mundosdotrabalho/article/view/92374. Acesso em: 28 maio. 2024.

Edição

Seção

Artigos

Artigos Semelhantes

1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 > >> 

Você também pode iniciar uma pesquisa avançada por similaridade para este artigo.