De Zlín para o mundo: o sistema Bata de gerenciamento do trabalho

Autores

DOI:

https://doi.org/10.5007/1984-9222.2024.e96604

Palavras-chave:

racionalização do trabalho, capitalismo monopolista, totalitarismo empresarial

Resumo

Neste artigo, interpreto o sistema Bata quanto aos métodos de gerenciamento do trabalho formulados e postos em prática em Zlín, Checoslováquia, nos anos 1920, e difundidos por meio da internacionalização da produção e da venda de calçados, iniciada na década de 1930. A análise empírica da transferência dos princípios gerenciais originais para outras localidades centrou-se nos casos do Brasil e do Chile, entre as décadas de 1940 e 1970. A partir de diferentes fontes, apresento os significados do rígido controle do tempo trabalho – baseado na planificação, na “autonomia das oficinas” e no regime salarial com prêmios condicionados à execução dos planos diários de produção – e seus impactos sobre os trabalhadores de uma das maiores produtoras mundiais de calçados do século XX.

Biografia do Autor

Vinícius de Rezende, Universidade Federal da Bahia

Doutor em História Social (2012) e Pós-Doutorado em Sociologia do Trabalho (2018-2019) pela Universidade Estadual de Campinas; Professor do Departamento de História e do Programa de Pós-Graduação em História da Universidade Federal da Bahia - UFBA.

Referências

ANTEZANA, Rafael Peredo. La provincia de Quillacollo. Ensayo Monográfico. Cochabamba: Editoral Canelas, 1963.

ARCHANJO, Francisco Miguel. O mundo compreenderá. A história de Jan A. Bata – o rei do sapato. Rio de Janeiro: Ed. Aurora, 1952.

BALABAN, Milan; PERUTKA, Lukáš; PAYE, Simon; SAVI´Ć, Dalibor; HERMAN, Jan. The Social Welfare System in Bata Company Towns (1920s–1950s): Between Transnational Vision and Local Settings. International Review of Social History, v. 68, Issue 1, p. 13-40, 2023.

BATA, Thomas J.; SINCLAIR, Sonja. Bata: shoemaker to the world. Toronto: Stoddart, 1990.

BATA, Tomas. Knowledge in action: the Bata system of management. (Reflections and Speeches). Amsterdam: IOS Press, 1992.

BENÍTEZ S., Jorge Esteban. “De lo concedido a lo conquistado”: paternalismo, conflicto y acción sindical en la fábrica de calçados CATECU-BATA de Peñaflor (1953-1973). 2018. Dissertação (Mestrado em História) — Faculdade de Humanidades, Universidad de Santiago de Chile, Santiago, 2018.

BEYNON, Huw. Trabalhando para Ford. Trabalhadores e sindicalistas na indústria automobilística. Rio de Janeiro: Paz e Terra, 1995.

BREEN, William J. Social science and state policy in World War II: human relations, pedagogy and industrial training, 1940-1945. The Business History Review. v. 76, n. 2, p. 233-266, 2002.

CEKOTA, Anthony. Entrepreneur extraordinary. The biography of Tomas Bata. Rome/Italy: EIS; Ontario/CA: T.H. Best Printing Co., 1968.

CEKOTA, Anthony. The stormy years of an extraordinary enterprise… Bata. 1932-1945. New Jersey: Universum Sokol Publications, 1985.

DOLESHAL, Zachary Austin. Life and Death in the Kingdom of Shoes: Zlín, Bat'a, and Czechoslovakia, 1923-1941. 2012. Dissertation (Doctorate in Philosophy) — The University of Texas at Austin, 2012.

DUBRIEL, Hyacinthe. L’exemple de Bat’a. La libération des initiatives individuelles dans une entrerpise géante. Paris: Grasset, 1936.

DUNN, Robert. Labour and automobilies. New York: International Publishers, 1929.

FRIEDMANN, Georges. Problemas humanos del maquinismo industrial. Buenos Aires: Editorial Sudamericana, 1956.

GABOR, Andrea. Filósofos do capitalismo: a genialidade dos homens que construíram o mundo dos negócios. Rio de Janeiro: Campus, 2001.

GATTI, Alain. Chausser les hommes qui vont pieds nus. Bata-Hellocourt, 1931-2001. Enquête sur la memoire industrielle et sociale. Metz: Editions Serpenoise, 2004.

GRAMSCI, Antonio. Americanismo e fordismo. In: Cadernos do Cárcere. 7ª ed. Rio de Janeiro: Civilização Brasileira, 2023, p. 259-306.

HOBSBAWM, Eric J. A era dos impérios, 1875-1914. Rio de Janeiro: Paz e Terra, 1988.

INTERNATIONAL LABOUR OFFICE. Studies on industrial relations. Geneva, 1930.

JACQUOT, Lionel. Faire marcher les salarié-e-s. La fabrication des corps et l’enrôlement des subjectivités à l’usine de chaussures de Bata-Hellocourt. International Social Sciences & Management Journal, n. 4, p. 1-25, 2021.

MALTESE, Francesca. Notes for the study of the automobile industry. In: EDWARDS, Richards C. et. al. (ed.). Labor market segmentation. Lexington: D. C. Health, 1975, p. 85-93.

MEYER III, Stephen. The five dollar day. Labor management and social control in the Ford Motor Company, 1908-1921. Albany, NY: State University of New York Press, 1981.

PHILIPP, Rudolf. Der unbekannte Diktator Thomas Bata. Berlin: Agis-Verlag, 1928.

REZENDE, Vinícius de. Totalitarismo empresarial: uma análise do sistema Bata no Brasil e no Chile (1940-1970). Revista Mundos do Trabalho, Florianópolis, v. 12, p. 1-33, 2020.

REZENDE, Vinícius. Vidas fabris: trabalho e conflito social no complexo coureiro-calçadista de Franca-SP (1950-1980). São Paulo: Alameda/FAPESP, 2017.

STANINGHER, Lilian Pires. Batatuba: vila industrial da Companhia de Calçados Bata no interior de São Paulo — 1942. 2018. Dissertação (Mestrado em Arquitetura) — Faculdade de Engenharia Civil, Arquitetura e Urbanismo, Universidade Estadual de Campinas, Campinas, 2018.

TAYLOR, Frederick W. Princípios de Administração Científica. São Paulo: Atlas, 1989.

ZAHAVI, Gerald. Workers, managers, and welfare capitalism: the shoeworkers and tanners of Endicott Johnson, 1890-1950. Urbana, IL: University of Illinois Press, 1988.

ZELENY, Milan. Human systems management: integrating knowledge, management and systems. Singapore: World Scientific Publishing, 2005.

Downloads

Publicado

2024-06-04

Como Citar

REZENDE, Vinícius de. De Zlín para o mundo: o sistema Bata de gerenciamento do trabalho. Revista Mundos do Trabalho, Florianópolis, v. 16, p. 1–29, 2024. DOI: 10.5007/1984-9222.2024.e96604. Disponível em: https://periodicos.ufsc.br/index.php/mundosdotrabalho/article/view/96604. Acesso em: 16 jul. 2024.

Edição

Seção

Artigos

Artigos Semelhantes

1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 > >> 

Você também pode iniciar uma pesquisa avançada por similaridade para este artigo.