Jogos eletrônicos de movimento: esporte ou simulação na percepção de jovens?

Ana Paula Salles da Silva, Ana Márcia Silva

Resumo


Os Jogos Eletrônicos têm sido um dos principais meios de acesso de jovens à tecnologia no Brasil, provocando novas experiências e sentidos às práticas sociais. O objetivo deste trabalho foi identificar a percepção de jovens acerca da experiência com Jogos Eletrônicos de Movimento com temática esportiva. Metodologia: foram investigados 24 jovens estudantes do ensino fundamental, divididos em 3 grupos. Cada grupo participou de 10 sessões de Jogos Eletrônicos de Movimento, de 3 horas de duração cada. Durante as sessões as falas dos jovens foram registradas em diário de campo. Resultados: Nas falas dos jovens, a experiência com os jogos emergiu como mediada e singular porque se interpõe entre sujeito e objeto e porque o meio eletrônico constituía-se, também ele, como uma experiência. Conclusões: a percepção dos jovens estudantes indicou um alargamento conceitual, onde a compreensão do esporte passa a ser expandida pela experiência com a tecnologia.


Palavras-chave


Jogos Eletrônicos; Jovens; Tecnologia; Esporte; Simulação

Texto completo:

PDF/A


DOI: https://doi.org/10.5007/2175-8042.2017v29n52p157



R. Motriviv., Florianópolis, Santa Catarina, Brasil, ISSNe: 2175-8042.

Os textos publicados na Revista Motrivivência estão licenciados com uma Licença Creative Commons de atribuição não comercial compartilhar igual: CC BY-NC-SA