Organização e disciplina do trabalho ferroviário baiano no pós-abolição

Autores

  • Robério Santos Souza Unicamp

DOI:

https://doi.org/10.5007/1984-9222.2010v2n3p76

Resumo

Este trabalho pretende compreender a maneira como foi concebida a organização do trabalho ferroviário na Bahia nos primeiros anos que se seguiram à abolição da escravidão, em 1888. A elaboração de um extenso código disciplinar em 1893 demonstra a orientação para uma “nova ética do trabalho” que pretendia disciplinar e instaurar novos valores e comportamentos nos trabalhadores. Nessa perspectiva, este artigo analisa a dimensão política da organização e do processo de trabalho ferroviário, enfatizando sobretudo os instrumentos que intentavam regular, ordenar e controlar os operários no âmbito da Estrada de Ferro do São Francisco, na Bahia.

Downloads

Publicado

2010-08-24

Como Citar

SOUZA, Robério Santos. Organização e disciplina do trabalho ferroviário baiano no pós-abolição. Revista Mundos do Trabalho, Florianópolis, v. 2, n. 3, p. 76–98, 2010. DOI: 10.5007/1984-9222.2010v2n3p76. Disponível em: https://periodicos.ufsc.br/index.php/mundosdotrabalho/article/view/1984-9222.2010v2n3p76. Acesso em: 25 maio. 2024.