Escravidão indígena e trabalho compulsório no Rio de Janeiro colonial

Autores

  • Maria Regina Celestino de Almeida Universidade Federal Fluminense

DOI:

https://doi.org/10.5007/1984-9222.2014v6n12p11

Resumo

Este artigo sublinha a importância da força de trabalho indígena na capitania

do Rio de Janeiro até, pelo menos, meados do século XVII, enfocando a escravidão
indígena e o trabalho compulsório dos aldeados. Embora o tráfico negreiro
já estivesse, então, em franco desenvolvimento e o trabalho dos escravos
negros já fosse também bastante utilizado, os índios constituíam, ali, mão de obra
essencial.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Maria Regina Celestino de Almeida, Universidade Federal Fluminense

Departamento de História

Downloads

Publicado

2014-12-30

Como Citar

ALMEIDA, . R. C. de. Escravidão indígena e trabalho compulsório no Rio de Janeiro colonial. Revista Mundos do Trabalho, Florianópolis, v. 6, n. 12, p. 11–25, 2014. DOI: 10.5007/1984-9222.2014v6n12p11. Disponível em: https://periodicos.ufsc.br/index.php/mundosdotrabalho/article/view/1984-9222.2014v6n12p11. Acesso em: 1 out. 2022.