Entre lançadeiras, guindastes e trilhos: doenças e acidentes de trabalho em Salvador nas décadas de 1930 e 1940

Maria Elisa Lemos Silva

Resumo


O presente artigo discute as doenças e os acidentes de trabalho que
ocorreram em Salvador nas décadas de 1930 e 1940. Tendo como fonte principal os
processos de indenização, buscou-se construir o perfil do trabalhador e conhecer
os acidentes e seus desdobramentos. Palco de controvérsias e de disputas, as
ações de indenização possibilitaram observar diferentes aspectos da classe
trabalhadora.


Palavras-chave


Doenças; Acidentes; Trabalho

Texto completo:

PDF/A

Referências


ALMEIDA, Anna Beatriz de Sá. “De Moléstia do Trabalho a Doença Profissional: contribuição ao estudo das doenças do trabalho no Brasil”. (Dissertação de Mestrado. Universidade Federal Fluminense, Rio de Janeiro, 1994).

BATALHA, Claudio Henrique de Moraes. “Os desafios atuais da História do Trabalho”. Anos 90, v. 13, n. 23/24, p. 87-104, jan./dez. 2006.

BOLSONARO DE MOURA, Esmeralda Blanco. “O Acidente de Trabalho em São Paulo, 1890-1919.” (Tese de Doutorado. Universidade de São Paulo. 1984).

CASTELLUCCI, Aldrin Armstrong Silva. Industriais e operários baianos numa conjuntura de crise (1914-1921). Salvador: FIEB, 2014.

CASTRO, Araújo. Acidentes do Trabalho. 4ª. edição. Rio de janeiro: Livraria Editora Freitas

Bastos, 1935.

CHAVES, Antônio e MORAES, Walter. Código de Menores. São Paulo: Livraria e Editora Universitária de Direito Ltda. EUD, 1974.

FONTES, José Raimundo. “Manifestações Operárias na Bahia: o movimento grevista 1888-1930”. (Dissertação de Mestrado Universidade Federal da Bahia, Salvador, 1982).

GOMES, Ângela de Castro; SILVA, Fernando Teixeira (Org.). A Justiça do Trabalho e sua história: os direitos dos trabalhadores no Brasil. Campinas, SP: Editora da Unicamp, 2013.

GOMES, Ângela de Castro. A Invenção do Trabalhismo. 2ª. edição. Rio de Janeiro: Relume Dumará, 1994.

GOMES, Ângela de Castro. Burguesia e Trabalho: política e legislação social no Brasil 1917-1937. Rio de Janeiro: Editora Campus, 1979.

HARDMAN, Francisco Foot; LEONARDI, Victor. História da Indústria e do Trabalho no Brasil. São Paulo: Global, 1982.

MUNAKATA, Kazumi. A Legislação Trabalhista no Brasil. 2. ed. São Paulo: Brasiliense, 1984.

NETO, Aníbal Muniz et al. “Acidentes fatais do trabalho na Região Metropolitana de Salvador, 1978-1986”. Revista Baiana de Saúde Pública, v. 19, p. 19-31, jun./dez. 1988.

NUNES, Fábio de Carvalho. A mortalidade por tuberculose na cidade do Salvador. Salvador: Secretaria de Educação e Saúde, 1949.

OLIVEIRA, Jaime de Araújo e Sônia M. Fleury Teixeira. (IM) Previdência Social: 60 anos

de história da Previdência Social no Brasil. Petrópolis: Vozes, 1986.

OLIVEIRA, Newton Cardoso de. “A Economia do Sinistro: contribuição ao estudo dos acidentes de trabalho na indústria têxtil durante o Estado Novo, 1937-1945”. (Dissertação de Mestrado. Universidade Federal Fluminense, Rio de Janeiro, 1993).

POSSAS, Cristina. Saúde e Trabalho: a crise da Previdência Social. 2. Edição. São Paulo: HUCITEC, 1989.

RAMAZZINI, Bernardino. As Doenças dos Trabalhadores. Trad. Raimundo Estrela. São Paulo:

Fundacentro, 1985.

RÊGO, Marco Antônio Vasconcelos. “Acidentes e Doenças do Trabalho no Estado da Bahia, 1970-1992”. Revista Brasileira de Saúde Ocupacional, v. 22, p. 21-23, 1994.

SAMPAIO, Consuelo Novais. “Movimentos Sociais na Bahia de 1930: Condição de Vida do Operariado”. Universitas (29), p. 103-104, jan./abr. 1982.

SANTOS, Mário Augusto Silva. “Crescimento urbano e habitação em Salvador”. RUA, Revista de Arquitetura e Urbanismo n. 4/5, p. 20, jun./dez. 1990.

SERRA, Sônia. “O Momento: história de um jornal militante”. (Dissertação de Mestrado. Universidade Federal da Bahia, Salvador, 1987).

SILVA, Maria Elisa Lemos Nunes da. “Entre Trilhos, Andaimes e Cilindros: acidentes de trabalho em Salvador (1934-1944)” (Dissertação de Mestrado. Universidade Federal da Bahia, Salvador, 1998).

TEIXEIRA, Palmira Petratti. A Fábrica do Sonho: trajetória do industrial Jorge Street. Rio de Janeiro: Paz e Terra, 1990.

VELASCO E CRUZ, Maria Cecília. “Solidariedade X rivalidade: a formação do sindicalismo estivador brasileiro”. História Unisinos (Dossiê Trabalho e Movimento Operário), 2002, vol. 6, n. 6, p. 29-62.




DOI: https://doi.org/10.5007/1984-9222.2015v7n13p215

Directory of Open Access Journals

 

 

Home

 

 LATINDEX


 

 

 

 

 

 

capes