“Devemos contentar-nos com fazer uma revolução o mais nossa que seja possível”: trabalhadores na Revolta de 1924 em São Paulo

Autores

DOI:

https://doi.org/10.5007/1984-9222.2023.e91648

Palavras-chave:

Tenentismo, Revolta de 1924, Trabalhadores

Resumo

A Revolta de 1924 em São Paulo contou com o envolvimento vultoso de trabalhadores. A partir da análise do processo judicial movido contra os revoltosos, foi possível contabilizar que os civis se faziam superiores numericamente aos militares e policiais amotinados. Além dos civis que compunham o operariado organizado, havia aqueles que viram no alistamento às forças revoltosas como uma possibilidade de sustento diante da fome e os que aderiram espontaneamente diante do protesto popular, que promoveu saques e incêndios intencionais nas fábricas e armazéns. Tal dado nos impulsiona a rever as definições do conceito tenentismo, que centralizam a agência dos militares detentores da patente de tenente e obscurecem os demais grupos que se envolveram no movimento.

Biografia do Autor

Maria Clara Spada de Castro, Universidade Federal Rural do Rio de Janeiro (UFRRJ)

Doutora em História pela Universidade Federal Rural do Rio de Janeiro (UFRRJ) e mestre em História pela Universidade Federal de São Paulo (Unifesp), Campus de Guarulhos. Possui Bacharelado, Licenciatura em História e Habilitação em Memória e Patrimônio pela Universidade Federal de São Paulo  (Unifesp).

Referências

BIONDI, Luigi. Classe e nação: trabalhadores e socialistas italianos em São Paulo (1890-1920). Campinas: Editora da Unicamp, 2011.

BOSI, Ecléa. Memória e sociedade: lembranças de velhos. 3ª Ed. São Paulo: Companhia das Letras, 1994.

BRANDÃO, Octávio. Combates e batalhas: memórias. São Paulo: Alfa-Ômega, 1978.

BRANDÃO, Octávio. Agrarismo e Industrialismo: Ensaio marxista-leninista sobre a revolta de São Paulo e a guerra de classes no Brasil - 1924. 2ª ed. São Paulo: Anita Garibaldi, 2006.

CABANAS, João. A Coluna da Morte. São Paulo: Editora Unesp, 2014.

CARNEIRO, Maria Luiza Tucci; KOSSOY, Boris (org.). A Imprensa confiscada pelo Deops: 1924-1954. São Paulo: Imprensa Oficial do Estado de São Paulo, 2003.

CARVALHO, Joaquim Nunes de. 1922 - 5 de julho - 1924. Rio de Janeiro: Ed. Henrique Velho, 1944.

CARVALHO, José Murilo. Os bestializados: o Rio de Janeiro e a República que não foi. São Paulo: Companhia das Letras, 1987.

CORREA, Anna Maria Martinez. A Rebelião de 1924 em São Paulo. São Paulo: Hucitec, 1976.

COSTA, Cyro; GOES, Eurico de. Sob a metralha. Histórico da Revolta em São Paulo, de 5 de julho de 1924. São Paulo: Monteiro Lobato & Cia, 1924.

COSTA, Edgard. Os grandes julgamentos do Supremo Tribunal Federal. Primeiro volume (1892-1925). Rio de Janeiro: Civilização Brasileira, 1964.

DIAS, Everardo. História das Lutas Sociais no Brasil. São Paulo: Edaglit, 1962.

DULLES, John W. Foster. Anarquistas e Comunistas no Brasil (1900-1935). Rio de Janeiro: Nova Fronteira, 1977.

FRACCARO, Glaucia. Os direitos das mulheres: feminismo e trabalho no Brasil (1917-1937). Rio de Janeiro: FGV, 2018.

GASPARETTO JÚNIOR, Antonio. O pensamento nacional-autoritário e o estado de sítio na Primeira República: faces do governo de Arthur Bernardes (1922-1926). Anais do 30º Simpósio Nacional de História da Associação Nacional de História, Recife, 2019.

GEENEN, Henrique. Aventuras de uma família de São Paulo durante a Revolta de julho de 1924. São Paulo: Romero & Comp., 1925.

HALL, Michael; PINHEIRO, Paulo Sérgio. A classe operária no Brasil no Brasil. 1889-1930. Volume 1. São Paulo: Alfa-Ômega, 1979.

HALL, Michael; PINHEIRO, Paulo Sérgio. A classe operária no Brasil no Brasil. 1889-1930. Volume 2. São Paulo: Brasiliense, 1981.

HARDMAN, Francisco Foot; LEONARDI, Victor. História da indústria e do trabalho no Brasil: das origens aos anos 20. 2ª Ed. São Paulo: Ática, 1991.

HISTÓRIA E ENERGIA. A Light e a Revolução de 24. São Paulo: Departamento de Patrimônio Histórico, nº 4, set. 1987.

HOBSBAWM, Eric; RUDÉ, George. Capitão Swing. Trad. Pamplona, Marco A.; Maria Luiza da Silva Pinto. Rio de Janeiro: F. Alves, 1982.

KAREPOVS, Dainis. A esquerda e o parlamento no Brasil: o Bloco Operário e Camponês (1924-1930). 2001. Tese (Doutorado em História) – Universidade de São Paulo, São Paulo, 2001.

LACERDA, Maurício de. Entre duas revoluções. Rio de Janeiro: Leite Ribeiro Freitas Bastos, Spicer & Cia, 1927.

LEUENROTH, Edgard. Anarquismo: roteiro de libertação social. Rio de Janeiro: Mundo Livre, 1963.

LIMA, Moreira Lourenço. A Coluna Prestes: marchas e combates. São Paulo: Alfa-Ômega, 1979.

MEIRELLES, Domingos. As noites das grandes fogueiras: uma história da Coluna Prestes. 2ª Ed. Rio de Janeiro: Record, 1995.

MCCANN, Frank D. Soldados da Pátria: História do Exército Brasileiro (1889-1937). Trad. Laura Teixeira Motta. São Paulo: Companhia das Letras, 2007.

NORONHA, Abílio de. Narrando a verdade: contribuição para a História da Revolta em São Paulo. São Paulo: Monteiro Lobato & Cia, 1924.

OLIVEIRA, Nelson Tabajara de. 1924 A Revolução de Isidoro. São Paulo: Companhia Editora Nacional, 1956.

PAMPLONA, Marco A. A historiografia sobre o protesto popular: uma contribuição para o estudo das revoltas urbanas. Revista Estudos Históricos, Rio de Janeiro, v. 9, n. 17, p. 215–238, 1996.

PAMPLONA, Marco A. Revoltas, repúblicas e cidadania: Nova York e Rio de Janeiro na consolidação da ordem republicana. Rio de Janeiro: Record, 2003.

PEREIRA, Duarte Pacheco. 1924 O Diário da Revolução: os 23 dias que abalaram São Paulo. São Paulo: Imprensa Oficial do Estado de São Paulo, 2010.

PINHEIRO, Paulo Sérgio. Estratégias da ilusão: a revolução mundial e o Brasil (1922-1935). 2. ed. São Paulo: Companhia das Letras, 1991.

PRESTES, Anita Leocádia. A Coluna Prestes. 3ª ed. São Paulo: Brasiliense, 1991.

RODRIGUES, Edgar. Alvorada operária: os congressos operários no Brasil. Rio de Janeiro: Mundo Livre, 1979.

RODRIGUES, Edgar. Novos Rumos: pesquisa social 1922-1946. Rio de Janeiro: Mundo Livre, 1976.

ROMANI, Carlo. Antecipando a era Vargas: a Revolução Paulista de 1924 e a efetivação das práticas de controle político e social. Topoi, Rio de Janeiro, v. 12, n. 23, p. 161–178, 2011. Disponível em https://www.scielo.br/j/topoi/a/9xSMsYPZSdzbt7fM5gwH7tg/?format=pdf&lang=pt Acesso em 16 abr. 2022.

ROMANI, Carlo. “Clevelândia, Oiapoque - aqui começa o Brasil!” Trânsitos e confinamentos na fronteira com a Guiana Francesa (1900-1927). 2003. Tese (Doutorado em História) – Universidade Estadual de Campinas, Campinas, 2003.

RUDÉ, George. A multidão na história: estudos dos movimentos populares na França e na Inglaterra (1730-1848). Trad. Waltensir Dutra. Rio de Janeiro: Campus, 1991.

SAMIS, Alexandre. Clevelândia: anarquismo, sindicalismo e repressão política no Brasil. 2ª Ed. São Paulo: Entremares; Intermezzo, 2019.

SESSO Jr., Geraldo. Retalhos da velha São Paulo. 2ª ed. São Paulo: OESP Maltese, 1986.

SOARES, Oscar de Macedo. Código Penal da República dos Estados Unidos do Brasil Comentado. 7ª ed. Rio de Janeiro: Livraria Garnier, 1910.

TÁVORA, Juarez. À Guisa de depoimento sobre a revolução brasileira de 1924. Vol. 1. São Paulo: O Combate, 1927.

TÁVORA, Juarez. Uma vida e muitas lutas: Memórias 1o Volume - Da planície á Borda do Altiplano. Rio de Janeiro: Editora do Exército, 1974.

THOMPSON, Edward Palmer. Costumes em comum: estudos sobre a cultura popular tradicional. Trad. Rosaura Eichemberg. São Paulo: Companhia das Letras, 1998.

THOMPSON, Edward Palmer. Tradición, revuelta y consciencia de clase: estudios sobre la crisis de la sociedad preindustrial. 2ª ed. Barcelona: Editorial Crítica, 1984.

ZAIDAN FILHO, Michel. O PCB e a Internacional Comunista (1922-1929). São Paulo: Vértice, 1988.

Downloads

Publicado

2023-04-17

Como Citar

CASTRO, Maria Clara Spada de. “Devemos contentar-nos com fazer uma revolução o mais nossa que seja possível”: trabalhadores na Revolta de 1924 em São Paulo. Revista Mundos do Trabalho, Florianópolis, v. 15, p. 1–17, 2023. DOI: 10.5007/1984-9222.2023.e91648. Disponível em: https://periodicos.ufsc.br/index.php/mundosdotrabalho/article/view/91648. Acesso em: 28 maio. 2024.

Edição

Seção

Artigos

Artigos Semelhantes

1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 > >> 

Você também pode iniciar uma pesquisa avançada por similaridade para este artigo.