Decifrar textos para compreender a política: subsídios teórico-metodológicos para análise de documentos

Autores

  • Eneida Oto Shiroma Universidade Federal de Santa Catarina, Florianopólis
  • Roselane Fátima Campos
  • Rosalba Maria Cardoso Garcia

DOI:

https://doi.org/10.5007/%25x

Palavras-chave:

Política-Análise, Política Educacional (documento/trabalho sob análise), Discurso Político, Politics-Analysis, Educational Policy, (documents under analysis), Policy, Discourse, Política Educativa, Discurso, Análisis Documental

Resumo

Este artigo apresenta os subsídios teóricos utilizados por nosso grupo de pesquisa para analisar a política com base nos conceitos, no conteúdo e nos discursos presentes nos documentos de política educacional. Os textos são apenas ponto de partida, nossa meta não é fazer análise de discurso, mas compreender a política. Discutimos a hegemonia discursiva, a colonização do vocabulário da reforma, a bricolagem de conceitos visando construir novas lentes para interpretar os textos da reforma; para ler o que dizem, mas também para captar o que “não dizem”. Tomamos os textos como produtos e produtores de orientações políticas. Os sentidos não são dados nos documentos, são produzidos; estão aquém e além das palavras que os compõem. Por isso, focamos não apenas um documento isoladamente, mas suas versões preliminares, textos complementares, assim como o contexto de influência e da produção dos textos, articulando níveis macro e micro de análise. Nessa perspectiva, um documento não é restrito a uma única e harmoniosa leitura. Pelo contrário, é aberto a re-leituras, não um objeto para consumo passivo, mas um objeto a ser trabalhado pelo pesquisador para produzir sentido.

Downloads

Publicado

2005-01-01