A radicalidade de Clarice Lispector traduzida para o sistema literário anglófono

Luana Ferreira de Freitas

Resumo


O artigo tem como objetivo investigar se o uso radical de língua de Clarice foi, em alguma medida, alcançado nas traduções e especificamente nas retraduções de sua obra para o inglês ou se essa radicalidade em si fez do legado de Clarice um obstáculo à sua absorção no sistema literário anglófono. Lido com as traduções de Pontiero (1990) e Entrekin (2012) do romance  Perto do coração selvagem  e das traduções de  Pontiero (1960) e Dodson (2015)  do conto  "menor mulher do mundo".

Palavras-chave


Clarice Lispector; Sistema literário anglófono; Tradução

Texto completo:

PDF (English)

Referências


LEVY, J. The Art of Translation. Translated by Patrick Corness. Philadelphia: John Benjamins, 2011.

LISPECTOR, C. Perto do coração selvagem. Rio de Janeiro: Rocco, 1994.

_____________ Near to the Wild Heart. Translated by Giovanni Pontiero. New York: New Directions, 1990.

_____________ .Near to the Wild Heart. Translated by Alison Entrekin. London: Penguin Books, 2014.

_____________ . A menor mulher do mundo. In:________. Todos os contos. Rio de Janeiro: Roxo, 2016.

_____________ .The Smallest Woman in the World. In:______. Family Ties. Translated by Giovanni Pontiero. Austin: University of Texas Press, 1972.

_____________. The Smallest Woman in the World. In: Family Ties. Translated by Katrina Dodson. New York: New Directions, 2015.

MOSER, B. Brazil’s Clarice Lispector Gets a Second Chance in English. Disponível em: https://publishingperspectives.com/2011/12/brazil-claire-lispector-second-chance-in-english/ Access: 02 November 2017.




DOI: https://doi.org/10.5007/2175-7968.2018v38n3p244



Cadernos de Tradução, Florianópolis, Santa Catarina, Brasil. ISSN 2175-7968.