Em movimento: trabalho em canaviais e trajetórias de trabalhadores no Triângulo Mineiro nas últimas décadas.

Autores

  • Sérgio Paulo Morais Universidade Federal de Uberlândia
  • Paulo Roberto de Almeida Universidade Federal de Uberlândia

DOI:

https://doi.org/10.5007/1984-9222.2012v4n7p146

Resumo

Neste texto abordamos a temática da agroindústria na perspectiva de trabalhadores cortadores de cana-de-açúcar na região do Triângulo Mineiro. Explora a historicidade da luta de classes por meio da experiência no trabalho. O objetivo maior é o de ressaltar determinadas relações estabelecidas entre trabalhadores e usinas, mostrando mudanças nas relações produtivas, transformações nos modos de vidas e formas de exploração dos trabalhadores. O artigo também discute tendências na luta pela terra, questões ambientais e introdução de máquinas no plantio e na colheita da cana.

Biografia do Autor

Sérgio Paulo Morais, Universidade Federal de Uberlândia

Professor Adjunto da Universidade Federal de Uberlândia. Atua nos programas de graduação e pós-graduação em História (INHIS), Linha Trabalho e Movimentos Sociais.

Paulo Roberto de Almeida, Universidade Federal de Uberlândia

Professor Associado da Universidade Federal de Uberlândia. Atua nos programas de graduação e pós-graduação em História (INHIS), Linha Trabalho e Movimentos Sociais.

Downloads

Publicado

2012-09-03

Como Citar

MORAIS, Sérgio Paulo; ALMEIDA, Paulo Roberto de. Em movimento: trabalho em canaviais e trajetórias de trabalhadores no Triângulo Mineiro nas últimas décadas. Revista Mundos do Trabalho, Florianópolis, v. 4, n. 7, p. 146–162, 2012. DOI: 10.5007/1984-9222.2012v4n7p146. Disponível em: https://periodicos.ufsc.br/index.php/mundosdotrabalho/article/view/1984-9222.2012v4n7p146. Acesso em: 25 jun. 2024.