Estudos da Tradução e Literatura Comparada: conflito e complementaridade

Walter Carlos Costa

Resumo


Os Estudos da Tradução mantiveram, em seu surgimento, uma relação complexa com a literatura comparada, marcada por conflito e complementaridade, já que muitos de seus fundadores vinham dos estudos literários, e, alguns, da literatura comparada. Nas últimas quatro décadas, podemos distinguir duas tendências principais, ocorridas de forma desigual nas duas disciplinas. De um lado, os Estudos da Tradução experimentaram um grande crescimento, com ampliação de seua objetos de pesquisa e certo afastamento dos estudos literários. Por outro lado, a Literatura Comparada vem se abrindo progressivamente para o fenômeno tradutório e para a própria disciplina dos Estudos da Tradução. O conflito inicial desapareceu e o diálogo ficou restrito a uma parte dos Estudos da Tradução, que poderíamos chamar de Estudos Literários da Tradução, e a Literatura Comparada. Isso ocorre particularmente no Brasil, onde os estudos literários da tradução ocupam um importante espaço nos programas de pós-graduação, sobretudo nos programas específicos de estudos da tradução.


Palavras-chave


Estudos da Tradução; Literatura Comparada; disciplina

Texto completo:

PDF/A


DOI: https://doi.org/10.5007/2175-7968.2015v35nesp1p31



Cadernos de Tradução, Florianópolis, Santa Catarina, Brasil. ISSN 2175-7968.