O jogo como manifestação da cultura corporal de movimento na Educação Física escolar: as três dimensões do conteúdo e o desenvolvimento do pensamento crítico

Daniel Teixeira Maldonado, Sheila Aparecida Pereira dos Santos Silva

Resumo


A Educação Física (EF) contribui, por meio de seus conteúdos e técnicas de trabalho, com o desenvolvimento integral da criança. Neste artigo descrevemos uma experiência pedagógica realizada com alunos do 7º ano do Ensino Fundamental de uma escola municipal da zona leste do município de São Paulo em que os jogos foram tematizados nas três dimensões do conteúdo atendendo ao proposto no projeto político pedagógico da escola. Os alunos foram estimulados a refletir, analisar e debater os jogos vivenciados e suas falas mostraram a presença de pensamento crítico sobre o tema.



Palavras-chave


Educação Física escolar; Jogos; Pensamento crítico; Dimensões do conteúdo

Texto completo:

PDF/A

Referências


ANDRÉ, M. E. D. A. de. Tendências atuais da pesquisa na escola. Caderno Cedes, v. 18, n. 43, dezembro, 1997. Disponível em Acesso em 23 nov 2015.

ANDRÉ, M. H.; RUBIO, K. O jogo na escola: o retrato da aula de Educação Física de uma 5ª série. Motriz, v. 15, n. 2, p. 284-296, 2009. Disponível em Acesso em 23 nov 2015.

BRANDL NETO, I.; SILVA, S. A. P. S. Educação Física Escolar e Cooperação. São Paulo: Fontoura, 2015.

BROTTO, F. O. Jogos Cooperativos: se o importante é competir, o fundamental é cooperar. 5. ed. São Paulo: Projeto Cooperação, 2001.

CALEGARI, R. L.; PRODÓCIMO, E. Jogos populares na escola: uma proposta de aula prática. Motriz, v. 12, n.2, p.133-141, 2006. Disponível em < http://www.periodicos.rc.biblioteca.unesp.br/index.php/motriz/article/view/99/129> Acesso em 23 nov 2015.

CAPARROZ, F. E. Entre a Educação Física na escola e a Educação Física da escola. 3. ed. São Paulo: Autores Associados, 2007.

COLL, C. Psicologia e Currículo: uma aproximação psicopedagógica à elaboração do currículo escolar. São Paulo, Ática, 1997.

COSTA, R. M. Projeto brinquedos na Educação Física Escolar: relato de experiência. Revista Mineira de Educação Física, v. 20, n. 1, p. 189-206, 2009. Disponível em < http://www.revistamineiraefi.ufv.br/artigos?start=270> Acesso em 23 nov 2015.

DARIDO, S. C.; RANGEL, I. C. A. Educação Física na escola: implicações para a prática pedagógica. In__ DARIDO, S. C.; RANGEL, I. C. A. Jogos e Brincadeiras. Rio de Janeiro: Guanabara Koogan, 2008.

FALCÃO, J. M.; VENTORIM, S.; SANTOS, W.; FERREIRA NETO, A. Saberes compartilhados no ensino de jogos e brincadeiras: maneiras/artes de fazer na Educação Física. Revista Brasileira de Ciências do Esporte, v. 34, n. 3, p. 615-631, 2012. Disponível em < http://www.scielo.br/pdf/rbce/v34n3/v34n3a07.pdf> Acesso em 23 nov 2015.

FERNANDES, A. Educação Física Escolar e autonomia: a criação do jogo como uma possibilidade pedagógica. Coleção Pesquisa em Educação Física, v. 7, n. 1, 2008. Disponivel em < http://www.fontouraeditora.com.br/periodico/vol-7/Vol7n1-2008/Vol7n1-2008-pag-227a232/Vol7n1-2008-pag-227a232.pdf> Acesso em 23 nov 2015.

GARDNER, H. Estruturas da mente: a teoria das inteligências múltiplas. Porto Alegre: Artes Médicas Sul, 1994.

GONZÁLEZ, F. J.; FENSTERSEIFER, P. E. Entre o “não mais” e o “ainda não”: pensando saídas para o não lugar da EF escolar II. Cadernos de Formação RBCE, v. 1, n. 2, p. 10-21, 2010. Disponível em < http://www.academia.edu/1870130/ENTRE_O_N%C3%83O_MAIS_EO_AINDA_N%C3%83O_PENSANDO_SA%C3%8DDAS_DO_N%C3%83O_LUGAR_DA_EF_ESCOLAR_II> Acesso em 23 nov 2015.

GONZÁLEZ, F. J.; FRAGA, A. B. Afazeres da Educação Física na escola: planejar, ensinar, partilhar. Erechim: Edelbra, 2012.

KUNZ, E. Transformação didático-pedagógica do esporte. 4ª. ed. Ijuí: Unijuí, 2001.

KISHIMOTO, T. M. Jogo, brinquedo, brincadeira e a educação. In__ KISHIMOTO, T. M. O jogo e a educação infantil. 5ª ed. São Paulo: Cortez, 2001.

LIBÂNEO, J. C. Didática. 2ª ed. São Paulo: Cortez, 2013.

MOLINA NETO, V.; TRIVIÑOS, A. N. S. A pesquisa qualitativa na Educação Física: alternativas metodológicas. IN__ MOLINA NETO, V. Etnografia: opção metodológica para alguns problemas de investigação no âmbito da Educação Física. 3. ed. Porto Alegre: Sulina, 2010.

MONTEIRO, F. Educação Física Escolar e jogos cooperativos: o exemplo da queimada. Coleção Pesquisa em Educação Física, v. 5, n. 1, 2007. Disponivel em < http://www.fontouraeditora.com.br/periodico/vol-5/Vol5n1-2007/Vol5n1-2007-pag-237a244/Vol5n1-2007-pag-237a244.pdf> Acesso em 23 nov 2015.

PALANDRANI JUNIOR, V.; PELLEGRINOTTI, I. L.; FERRARI, G. L. M.; FRIGENE, M.; BERGAMO, V. R. Educação física escolar: a transcendência dos jogos para a inovação de propostas pedagógicas. Movimento & Percepção, v. 10, n. 15, p. 183-190, 2009.

PEREIRA, R. S.; MOREIRA, E. C. Construindo brincadeiras e conhecimentos: relatos de uma experiência nas séries iniciais do Ensino Fundamental. Conexões: Revista da Faculdade de Educação Física da UNICAMP, v. 9, n. 2, p. 157-177, 2011. Disponível em < http://fefnet178.fef.unicamp.br/ojs/index.php/fef/article/view/624/392> Acesso em 23 nov 2015.

SÃO PAULO. Programa Mais Educação São Paulo: subsídios para a implantação. São Paulo: SME/DOT, 2014.




DOI: https://doi.org/10.5007/2175-8042.2016v28n48p386



R. Motriviv., Florianópolis, Santa Catarina, Brasil, ISSNe: 2175-8042.

Os textos publicados na Revista Motrivivência estão licenciados com uma Licença Creative Commons de atribuição não comercial compartilhar igual: CC BY-NC-SA