Análise midiática sobre o futebol feminino no Brasil: elementos didáticos para a Educação Física no ensino médio

Autores

DOI:

https://doi.org/10.5007/2175-8042.2020e73498

Palavras-chave:

Produção discursiva, Futebol feminino, Educação física, Ensino médio

Resumo

O objetivo desse estudo foi compreender a produção discursiva da revista PLACAR sobre o futebol feminino no Brasil e, após essa análise, produzir conhecimentos que possam ser utilizados para fomentar o debate sobre as relações de gênero nas práticas corporais durante as aulas de Educação Física no Ensino Médio.  A partir de uma pesquisa documental, em 1017 periódicos da revista PLACAR, localizados na biblioteca do Museu do Futebol em São Paulo, foi realizada a análise de conteúdo para identificar as unidades de significado produzidas sobre o futebol feminino. A produção discursiva sobre a mulher no futebol está fortemente marcada pela proibição e discriminação em seu passado. Apesar disso, graças a inúmeras atletas e aos ideais feministas, as jogadoras estão gradativamente conseguindo espaço e respeito. Esse debate pode ser fomentado nas aulas de Educação Física Escolar a partir dos resultados dessa pesquisa.

Biografia do Autor

Mariana Gomes de Oliveira, Instituto Federal de São Paulo

Estudante do curso de Eletrônica integrado ao Ensino Médio do Instituto Federal de São Paulo. Bolsista do Programa de Iniciação Científica do IFSP.

Daniel Teixeira Maldonado, Doutor pela Universidade São Judas Tadeu e professor do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia de São Paulo.

Bacharel e Licenciado em Educação Física pela Universidade São Judas Tadeu. Mestre e Doutor em Educação Física pela Universidade São Judas Tadeu. Atualmente é professor de Educação Física do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia de São Paulo atuando no Ensino Médio e no Ensino Superior

Referências

AGUIAR, Alessandra Aparecida Dias et al. Relações de gênero na prática do futebol. In: NEIRA, Marcos Garcia; NUNES, Mario Luiz Ferrari. Educação Física cultural: escritos sobre a prática. Curitiba: CRV, 2016. p. 165-180.

BALARDIN, Geórgia Fernandes et al. O futebol feminino no Brasil e nos Estados Unidos: semelhanças e diferenças no esporte. Revista Brasileira de Futsal e Futebol. São Paulo, v. 10, n. 36, p. 101-109, 2018.

BORGES, Carlos Nazareno Ferreira et al. Resiliência: uma possibilidade de adesão e permanência na prática do futebol feminino. Movimento. Porto Alegre, v. 12, n. 1, p. 105-131, 2006.

BONETTO, Pedro Xavier Russo. Futebol e Copa do Mundo: uma experiência pedagógica baseada na Educação Física Cultural. Revista de Educação Popular. Uberlândia, v. 18, n. 3, p. 109-126, 2019.

CABISTANY, Léo Dutra et al. Características neuromusculares de jogadoras de futebol: estudo com jovens atletas de Pelotas-RS. Revista Brasileira de Futsal e Futebol. São Paulo, v. 10, n. 36, p. 11-17, 2018.

CALHEIRO, Ineildes; OLIVEIRA, Eduardo David. Interseccionalidade no esporte: reflexões sobre o estudo com as árbitras de futebol e o método corpo-experiência. Revista Brasileira de Estudos da Homocultura, v. 1, n. 03, p. 34-57, 2018

COSTA, Martina Gonçalves Burch. Um olhar sobre o campeonato gaúcho de futebol feminino adulto através das reportagens da gaúcha ZH. Revista Brasileira de Futsal e Futebol. São Paulo, v. 10, n. 37, p. 228-234, 2018.

FELTRIN, Murilo Bortotolloti et al. Caracterização de praticantes de futebol feminino no Brasil. Revista Brasileira de Futsal e Futebol. São Paulo, v. 4, n. 12, p. 151-161, 2012.

FLICK, Uwe. Introdução à pesquisa qualitativa. 3ª ed. Porto Alegre: Artmed, 2009.

FRANZINI, Fábio. Futebol é “coisa para macho”? Pequeno esboço para uma história das mulheres no país do futebol. Revista Brasileira de História. São Paulo, v. 25, n. 50, p. 315-328, 2005.

GOELLNER, Silvana Vilodre. Mulheres e futebol no Brasil: entre sombras e visibilidades. Revista Brasileira de Educação Física e Esporte. São Paulo, v. 19, n. 2, p. 143-151, 2005.

COLOMBERO, Rose Mary Marcos Papolo; GRA¬MORELLI, Lilian Cristina. Futebol e representações sociais na escola. In: NEIRA, Marcos Garcia; LIMA, Maria Emilia; NUNES, Mário Luiz Ferrari. Educação Física e culturas: ensaios sobre a prática. São Paulo: FEUSP, 2012. p. 31-48.

LAVILLE, Christian; DIONNE, Jean. A construção do saber: manual de metodologia da pesquisa em Ciências Humanas. Porto Alegre: Artes Médicas; Belo Horizonte: UFMG, 1999.

MALDONADO, Daniel Teixeira. Professores e professoras de Educação Física progressistas do mundo, uni-vos! Curitiba: CRV, 2020.

MALDONADO, Daniel Teixeira; NOGUEIRA, Valdilene Aline. Educação Física no Ensino Médio: experiências educativas inspiradas pelos ensinamentos freireanos. Caderno de Educação Física e Esporte. v. 18, n. 1, p. 1-6, 2020.

MOURÃO, Ludmila; MOREL, Marcia. As narrativas sobre o futebol feminino: o discurso da mídia impressa em campo. Revista Brasileira de Ciências do Esporte. Campinas, v. 26, n. 2, p. 73-86, 2005.

NEIRA, Marcos Garcia. Etnografando a prática de skate: elementos para o currículo da Educação Física. Revista Contemporânea de Educação. v. 9, n. 18, p. 299-316, 2014.

OLIVEIRA, Monique Crisitane et al. A Representatividade Feminina na Estrutura Organizacional dos Clubes de Futebol Brasileiros. Anais do XIX USP International Conference in Accounting. São Paulo, 2019.

RAMOS, Suellen dos Santos. Campeonato brasileiro de futebol feminino. In: ANJOS, Luiza Aguiar. Resenhar de arquibancada: publicações do GRECCO no ludopédio. Porto Alegre: Centro de Memória do Esporte, 2018. p. 14-19.

SALVINI, Leila; MARCHI JÚNIOR, Wanderley. Registros do futebol feminino na Revista Placar: 30 anos de história. Motrivivência. v. 28, n. 49, p. 99-113, 2016.

SANTOS, Daniel; OLIVEIRA, David Michel; FRANCO, Gabriel. Aspectos fisiológicos e nutricionais aplicados ao futebol feminino. Revista Brasileira de Futsal e Futebol. São Paulo, v. 11, n. 43, p. 279-290, 2019.

SILVEIRA, Thaís Cristina Weiss; FLÔRES, Fábio Saraiva. Análise dos gols sofridos no campeonato brasileiro feminino de futebol. Revista Brasileira de Futsal e Futebol. São Paulo, v. 10, n. 37, p. 202-208, 2018.

SOUZA, Juliana Sturmer; KNIJNIK, Jorge Dorfman. A mulher invisível: gênero e esporte em um dos maiores jornais diários do Brasil. Revista Brasileira de Educação Física e Esporte. São Paulo, v. 21, n. 1, p. 35-48, 2007.

SOUZA, Maria Thereza Oliveira; CAPRARO, André Mendes; MORAES e SILVA, Marcelo. Habilidosas e bonitas: as considerações de duas atletas de futebol sobre a formação das suas identidades. Movimento. Porto Alegre, v. 23, n. 3, p. 883-894, 2017.

TEIXEIRA, Fábio Luís Santos; CARMINHA, Iraquitan de Oliveira. Preconceito do futebol feminino brasileiro: uma revisão sistemática. Movimento. Porto Alegre, v. 19, n. 1, p. 265-287, 2013.

Downloads

Publicado

2020-12-15

Edição

Seção

Porta Aberta