O médico, a fé e os operários: militância comunista entre traumas, interditos e narrativas históricas

Autores

DOI:

https://doi.org/10.5007/1984-9222.2022.e88036

Palavras-chave:

formação de classe, comunismo, trabalhadores têxteis

Resumo

O presente artigo pretende abordar questões relativas a traumas e interditos acerca da militância comunista em narrativas históricas. Como mote para sua abordagem, o texto apresenta um grupo de trabalhadores têxteis do município de Magé, estado do Rio de Janeiro, como objeto de estudo e propõe analisar as variadas deferências ao médico comunista Irun Sant’Anna em entrevistas de história oral. A partir do debate sobre memórias e identidades, em diálogo com as proposições de E. P. Thompson e Mike Savage sobre processos de formação de classe e idealizações recorrentes de quem pesquisa a temática, o artigo busca evidenciar e discutir elementos complexos do grupo operário analisado, visando aprofundar reflexões mais abrangentes relacionadas ao estudo sobre história do trabalho no Brasil.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Felipe Augusto dos Santos Ribeiro, Universidade Estadual do Piauí (UESPI)

Doutor em História, Política e Bens Culturais pelo CPDOC-FGV. Professor Adjunto de História na Universidade Estadual do Piauí (UESPI).

Referências

Arquidiocese de São Paulo. Brasil: Nunca Mais. Petrópolis: Vozes, 1985. ed.5.

CARNEIRO, Ana; CIOCCARI, Marta. Retrato da Repressão Política no Campo – Brasil 1962-1985: Camponeses torturados, mortos e desaparecidos. Brasília: MDA, 2011.

HOCHMAN, Gilberto. Regulando os efeitos da interdependência: sobre as relações entre saúde pública e construção do Estado (Brasil 1910-1930). Estudos Históricos, Rio de Janeiro: CPDOC, 1993. v.6. n.11.

MELLO, Juçara da Silva Barbosa de. Identidade, Memória e História em Santo Aleixo: aspectos do cotidiano operário na construção de uma cultura fabril. Curitiba: Appris, 2019.

OLIVEIRA, Sônia Maria Gonzaga de. Montanhas de Pano: fábrica e vila operária em Santo Aleixo. 1992. Dissertação (Mestrado em Antropologia Social) - UFRJ, Rio de Janeiro, 1992.

PANDOLFI, Dulce Chaves. Camaradas e Companheiros: história e memória do PCB. Rio de Janeiro: Fundação Roberto Marinho, 1995.

PIMENTA, Ricardo Medeiros. Retalhos de Memória: lembranças de operários têxteis sobre identidade e trabalho. Jundiaí: Paco Editorial, 2012.

PORTELLA, Eduardo. A varíola em Magé, 1913: memória apresentada a Inspetoria Geral de Higiene do Estado do Rio de Janeiro. Rio de Janeiro: Tipografia Aurora, 1913.

SANT’ANNA, Irun. Brasil: país sem futuro? Rio de Janeiro: Imprimatur, 1997.

SANT’ANNA, Irun. O garoto que sonhou mudar a humanidade. Rio de Janeiro: Fundação Dinarco Reis, 2011.

SANTOS, Maria Clara Moreira dos. Dona Ruth Telles de Menezes: Mulheres negras que democratizaram o ensino no distrito de Santo Aleixo, Magé/RJ. Duque de Caxias: Trabalho de Conclusão de Curso de Graduação em Pedagogia, Faculdade de Educação da Baixada Fluminense (FEBF), Universidade do Estado do Rio de Janeiro (UERJ), 2020.

SANTOS, Renato Peixoto dos. Magé: Terra do Dedo de Deus. Rio de Janeiro: IBGE, 1957.

SAVAGE, Mike. Classe e história do trabalho. In: BATALHA, Claudio Henrique de Moraes; SILVA, Fernando Teixeira da; FORTES, Alexandre (org.). Culturas de classe: identidades e diversidade na formação do operariado. Campinas, SP: Editora da Unicamp, 2004.

SAVAGE, Mike. Espaço, redes e formação de classe. Revista Mundos do Trabalho, Florianópolis, v. 3. n. 5, p. 6-33, jan-jun/2011.

THOMPSON, E. P. A formação da classe operária inglesa. São Paulo: Paz e Terra, 2012. ed.2.

WEID, Elisabeth von der; BASTOS, Ana Marta Rodrigues. O Fio da Meada: Estratégia e Expansão de uma indústria têxtil: Companhia América Fabril 1878/1930. Rio de Janeiro: Fundação Casa de Rui Barbosa, 1986.

Downloads

Publicado

2022-12-07

Como Citar

RIBEIRO, . A. dos S. O médico, a fé e os operários: militância comunista entre traumas, interditos e narrativas históricas . Revista Mundos do Trabalho, Florianópolis, v. 14, p. 1–24, 2022. DOI: 10.5007/1984-9222.2022.e88036. Disponível em: https://periodicos.ufsc.br/index.php/mundosdotrabalho/article/view/88036. Acesso em: 2 fev. 2023.

Edição

Seção

Dossiê: O PCB e os mundos do trabalho