Relatos das Missões Franciscanas no Século XIX na Amazônia: La Provincia delle Amazzoni, de Giuseppe Coppi

Autores

DOI:

https://doi.org/10.5007/2175-7968.2022.e91665

Palavras-chave:

Estudos da Tradução, La Provincia delle Amazzoni, Giuseppe Coppi

Resumo

As relações entre Itália e Brasil existem há séculos, e foram estudadas, sob diversos pontos de vista, e diversas disciplinas como a história, a antropologia e a geografia, além dos Estudos da Tradução. A tradução comentada tem ganhado cada vez mais espaço dentro desta área, por esclarecer aos leitores aspectos da obra traduzida e das questões culturais e linguísticas envolvidas no processo tradutório, estabelecendo, dessa forma, a conexão do texto fonte com a cultura de chegada. (ALEXIS NOUSS, 2010). O texto escolhido se intitula La provincia delle Amazzoni, e foi publicado no Bollettino della Società geografica italiana, em Florença, em 1885, escrito por Giuseppe Coppi, com notas de Doutor G.A. Colini. O trecho selecionado para esta coletânea, dedicada aos relatos de viagem, chama a atenção para alguns aspectos que vale a pena apresentar ao leitor, pois os conhecimentos sobre a sociedade, a história e a cultura da época se tornam imprescindíveis para a elaboração do produto final, a tradução. Aqui entra nosso papel ativo do tradutor, como mediador, de quem vive entre as culturas, criando não somente pontes, mas laços indissolúveis. (ZILLY, 2000). O objetivo deste trabalho é identificar se e de que forma as estratégias usadas nesta proposta de tradução italiana de La Provincia delle Amazzoni foram satisfatórias. As observações gerais foram feitas acerca do texto em si, como, por exemplo, em relação ao público, a
narrativa, o estilo, a sintaxe e o léxico. É possível afirmar que o novo texto que escrevemos apresenta, como principal característica, uma certa italianidade brasileira.

Biografia do Autor

Nicoletta Cherobin, Universidade Federal do Ceará

Possui Graduação em Discipline della Mediazione Linguistica e Culturale - Università degli Studi di Padova, Itália (2008). Possui Mestrado em Lingue Moderne per la Comunicazione e la Cooperazione Internazionale - Università degli Studi di Padova, Itália (2011). Doutora em Estudos da Tradução-Universidade Federal de Santa Catarina- Florianópolis, Brasil (2015). Ataulmente (desde 2016) atua como pós-doutoranda no Programa de Pós Graduação em Estudos da Tradução (POET) da Universidade Federal do Ceará, Fortaleza. Tem experiência na área de Letras Português e Italiano, com ênfase em tradução, obras de Gilberto Freyre e questão indígena.

Rafael Ferreira da Silva, Universidade Federal do Ceará

Graduado em Letras (Português - Literaturas 1998 e Português - Italiano 1999) pela UFRJ. Mestre (2002) e Doutor (2008) em Letras Neolatinas pela UFRJ, na área de Estudos Linguísticos Italianos. Especialista Lato Sensu em Educação a Distância (2006). Coordenador do Projeto de Pesquisa "Tradução, Interpretação e Adaptação". Pós-doutorado CAPES em Estudos da Tradução na Università degli Studi di Cagliari (março 2020 a fevereiro 2021) com projeto sobre a tradução de Andrea Camilleri em PT-BR. Professor (Associado III) de Língua, Literatura e Cultura Italiana na Universidade Federal do Ceará. Coordenador do Grupo de Pesquisa do CNPq "Traduzindo Identidade e Cultura". Vice-coordenador do PPG em Estudos da Tradução - POET/UFC. Coordenador de diversos Projetos de Extensão, como o "Italiano para a Escola Pública". Membro do Programa Idiomas sem Fronteiras - Italiano - Rede ANDIFES. Membro da Accademia Internazionale di Studi Camilleriani (AISC). Tradutor Literário e Legendista (Italiano -> Português). Hóspede da "Casa delle Traduzioni" das Bibliotecas de Roma em 2022, como prêmio do Projeto "Traduzindo autores insulanos italianos". Interesse por Estudos da Tradução, Ensino de LE, EAD e Novas Mídias.

Referências

Coppi, Giuseppe. La provincia delle Amazzoni, Firenze, Bollettino della Società geografica italiana, 1885, pp. 136-141; 193 – 204. http://digitale.bnc.roma.sbn.it/tecadigitale/giornale/BVE0536396/1885/unico/00000146.

Freitas, Luana Ferreira de; Torres, Marie-Hélène Catherine; Costa, Walter Carlos (orgs.). Literatura Traduzida tradução comentada e comentários de tradução vol. II. Fortaleza, CE: Substânsia, 2017, p.16.

Raponi, Livia. Scritture del margine: Ermanno Stradelli in Amazzonia. 2018. Tese Doutorado em Língua e Literatura Italiana - Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas, Universidade de São Paulo, São Paulo, 2018. https://teses.usp.br/teses/disponiveis/8/8148/tde-07032019131107/publico/2018_

LiviaRaponi_VCorr.pdf. Acesso em 12 março 2022.

Ricoeur, Paul. Sobre a tradução. Tradução de Patrícia Lavelle. Belo Horizonte: Editora UFMG, 2012.

Società Geografica Italiana: www.https://societageografica.net/. Acesso em 14 março 2022.

ZILLY, Berthold. O tradutor implícito. Considerações acerca da translinguidade de Os Sertões. Revista USP, n. 45, p. 85-105, 30 maio 2000. DOI: https://doi.org/10.11606/issn.2316-9036.v0i45p85-105

Downloads

Publicado

2022-11-25

Edição

Seção

Traduzindo a Amazônia II